MotoGP™ Basics

Voltar ao índice

Glossário

O desporto do MotoGP™ tem uma linguagem única, fazendo uso de alguns termos partilhados com outras competições motorizadas e de outros específicos do mundo do motociclismo. Aqui o motogp.com guia-o por algumas das palavras e frases mais comuns do MotoGP.

Apex

O ponto mais apertado de uma curva pelo qual o piloto normalmente passa mesmo antes de iniciar a saída da curva e de começar a acelerar.

Ponto de Travagem

Um ponto físico que o piloto usa para avaliar o local onde deve começar a travar para entrar em curva. Este pode ser uma árvore, cartaz de publicidade, uma marca na pista, ou qualquer outra característica distintiva que o piloto usa para guiar o seu padrão de travagem.

Chicane

Uma secção da pista com duas curvas muito próximas e em direcções opostas. Uma esquerda seguida de uma direita, ou vice-versa, que se assemelha a um ‘S’ quando vista de cima.

Compostos

Tipo de borracha, ou mistura de borracha usada nos pneus.

CRT

Claiming Rules Team. A partir de 2012 e até ao final de 2013 as equipas que não fossem inscritas por um dos principais construtores podiam solicitar o estatuto CRT. As equipas inscritas como CRT beneficiavam de regras menos restritivas quanto ao número de motores que podem usar ao longo de uma época e no que respeita á capacidade do depósito de combustível durante a corrida, que é maior. Sob a ‘Claiming Rule’, as equipas inscritas à luz do estatuto CRT aceitavam que até quatro dos seus motores podem ser reclamados, após uma corrida, por uma das principais equipas oficiais a um valor de 20.000€ cada, incluindo transmissão, ou de 15.000€ se for apenas o motor. Em 2014 a categoria CRT foi substituída pela classe “Open”.

Correctores

Normalmente pintados com duas corres e muitas vezes posicionados nas, ou logo após as curvas, os correctores marcam as laterais da pista e ajudam a guiar os pilotos.

Capacidade

Capacidade ou tamanho do motor da moto normalmente em centímetros cúbicos (cc). Por exemplo: 1000cc, 600cc ou 250cc.

Corrida Seca

Uma corrida em que o piso da pista é considerado seco pela Direcção da Corrida, em oposição a molhado. Numa corrida seca as equipas rodam com pneus slicks nas suas motos. Consulte a secção das ‘Principais Regras’ para mais detalhes.

Dorna

A Dorna Sports é a companhia que gere o MotoGP. Veja a secção ‘Corpos Directivos’ para mais detalhes.

Pistas de terra

Ao longo de vários anos os pilotos americanos do MotoGP™, incluindo o Campeão do Mundo de 2006 Nicky Hayden, deram início às suas carreiras em campeonatos regionais e nacionais de pistas de terra. As corridas têm lugar em pisos lamacentos, por oposição ao asfalto.

Égua

Manobra que envolve parar a moto repentinamente para levantar a roda traseira do solo. É o oposto ao cavalinho e por vezes também é chamado de ‘Stoppie’.

Esses

Uma referência coloquial e fonética a uma chicane, dado o facto destas muitas vezes se assemelharem a um ‘S’.

Carenagem

Parte exterior de uma moto de competição que protege a maquinaria e o piloto de detritos e rajadas de vento. As carenagens são decoradas com as cores das equipas, logotipos dos patrocinadores e números de competição.

FIM

A Fédération Internationale de Motorcyclisme é a entidade reguladora do motociclismo a nível mundial. Veja a secção ‘Corpos Directivos’ para mais detalhes.

Gás

Acelerador ou aceleração. É comum ouvir os pilotos dizerem ‘Dei-lhe gás’, ou ‘Abri o gás’.

GP (Grande Prémio)

Um evento de corridas que dura três dias, envolvendo as três categorias do MotoGP™, o MotoGP™ a Moto2™ e a Moto3™. Os eventos de Grande Prémio consistem em dois dias de treinos e qualificação, seguidos de warm-ups e corridas em cada uma das classes no último dia. Neste momento há 19 Grandes Prémios no calendário do MotoGP™.

Grelha

O conjunto de pontos de partida na recta da meta desenhados na pista e onde os pilotos ser reúnem no início de cada corrida, assumindo as posições em que se qualificaram.

Gancho

Uma curva muito apertada que tem de ser feita em baixa velocidade e que usualmente se assemelha a um ‘U’, ou ‘V’.

Projectado (High Side)

Uma queda em que a roda traseira da moto foge por debaixo do piloto – o piloto fica em ângulo recto com a sua trajectória – e depois recupera aderência, o que faz virar a moto e projecta o piloto.

Disparou para frente

Significa liderar a corrida na primeira curva.

Homologação

A homologação da pista e das motos usadas no MotoGP™ é o processo de aprovação levado a cabo pela FIM e comités associados.

IRTA

A International Road-Racing Teams Association representa todas as equipas de Grandes Prémios. Veja a secção ‘Corpos Directivos’ para mais detalhes.

Escorregadela (Low Side)

Uma queda onde a roda traseira, ou ambas as rodas da moto perdem aderência e não recuperam tracção, o que resulta na moto a sair debaixo do piloto.

Ângulo de inclinação

O ângulo de inclinação refere-se ao grau a que o piloto inclina a moto em direcção à pista para curvar a alta velocidade. Os joelhos e cotovelos dos pilotos tocam com frequência no solo quando atingem o ângulo de inclinação máximo.

Esquerda

Uma curva para a esquerda, onde o piloto vira para a esquerda inclinando a moto e o corpo para o solo nessa direcção.

MSMA

A Motorcycle Sports Manufacturers’ Association representa os interesses de todos os construtores envolvidos no motociclismo. Veja ‘Corpos Directivos’ para mais detalhes.

OnBoard

Uma câmara 'OnBoard' é colocada numa máquina de MotoGP™ e dá ao espectador a sensação de fazer parte da acção na pista.

Parc Fermé

Área do pit lane onde os homens do pódio (três primeiros) de cada categoria são entrevistados por equipas de televisão logo após o final de cada corrida. Veja a secção ‘No Circuit’ para mais detalhes.

Classe “Open”

A classe “Open” foi introduzida em 2014 para representar motos que usem o software padrão da Magneti Marelli e que não são inscritas por membros da MSMA, ou por alguma das suas equipas satélite. As equipas inscritas nesta classe beneficiam de um limite de combustível de 24 litros e podem usar até 12 motores por temporada.

Paddock

Área adjacente às boxes, oposta ao pit lane, onde as equipas e pilotos colocam as suas motorhomes e diverso equipamento durante a duração de um Grande Prémio. Veja a secção ‘No Circuit’ para mais detalhes.

Box

Uma garagem temporária com acesso directo ao pit lande, cada uma delas atribuída a uma equipa participante numa das três corrida de MotoGP™ (veja a secção 'No circuito' para mais detalhes).

Equipa de pit

A direcção da equipa, mecânicos e seus assistentes.

Pit lane

Via de acesso normalmente adjacente à recta da meta e usada para ligar as boxes à pista. Veja a secção ‘No Circuito’ para mais detalhes.

Pódio

Os três primeiros de qualquer corrida de um Grande Prémio recebem os seus prémios no pódio. Veja a secção ‘No Circuito’ para mais detalhes.

Pole position ou pole

Refere-se à primeira posição da grelha de partida que é assegurada com a volta mais rápida da qualificação.

Qualificação

No dia antes da corrida todas as classes, MotoGP™, Moto2™ e Moto3™, têm de se qualificar. Os pilotos começam a corrida pela ordem em que se qualificaram. Ou seja, o piloto com a melhor qualificação parte da pole position, o segundo mais rápido da segunda posição, e por aí adiante.

Direcção de Corrida

Representantes da Dorna, FIM e IRTA compõem a Direcção de Corrida em cada Grande Prémio, tomando decisões como declarar a corrida seca, ou molhada. Veja a secção ‘Corpos Directivos’ para mais detalhes.

Passagem Pela Via de Boxes (Ride Through)

Uma Passagem Pela Via de Boxes é uma penalização em que o piloto tem de passar pelo pit lane. Esta penalização pode ser aplicada, por exemplo, em situações de falsa partida. Veja a secção ‘Principais Regras’ para mais detalhes.

Direita

Uma direita é uma curva onde o piloto vira a para direita, inclinando a moto e corpo em direcção ao solo nessa direcção.

Estreante

Um piloto que leva a cabo o primeiro ano completo em qualquer uma das três categorias dos Grandes Prémios é um estreante.

Três primeiros (em corrida)

É outra designação para o pódio.

Verificações

Um termo do MotoGP™ para verificação os inspecção. Os escrutinadores são responsáveis por verificar que os participantes do MotoGP™ cumprem as regras.

Cone de vento ou cone de ar

Usar o cone de vento de um piloto é segui-lo numa recta e usar o fluxo de ar à sua volta e da moto em seu benefício, ganhando velocidade para depois o ultrapassar tirando partido de reduzida pressão que tem por trás de si. Também é considerado como efeito de aspiração e faz com que o piloto que vai ultrapassar ganhe ligeira margem de velocidade.

Slicks

Pneus lisos desenhados especificamente para corridas de velocidade em circuitos e feitos de compostos macios que dão a aderência necessária sem abrandarem a moto.

Braço oscilante

Secção traseira da moto na qual a roda traseira é montada. Move-se para cima e para baixo com a suspensão traseira.

Encabeçar a tabela de tempos

Trata-se de estabelecer o melhor tempo numa sessão de treinos ou qualificação.

Parede de pneus

Conjunto de pneus empilhados usados como barreira de acidentes para reduzir os danos e lesões aquando do impacto.

Corrida molhada

Uma corrida em que as condições que afectam a pista são consideradas como molhadas e não como secas. Veja a secção ‘Principais Regras’ para mais detalhes.

Cavalinho

Manobra de celebração executada pelos pilotos e na qual a roda frontal da moto é levantada do solo em resultado de aceleração forte e rápida libertação da embraiagem.

Wild cards

Pilotos sem contrato permanente que participam em corridas isoladas. Veja a secção ‘Wild cards’ para mais detalhes.

Publicidade