Toseland aponta bandeira preta de Laguna Seca como “muito dura”

Quarta, 8 Julho 2009

Piloto da Monster Yamaha Tech 3 desapontado com decisão da penalização.

Desclassificado do Red Bull Grande Prémio dos Estados Unidos, James Toseland estava compreensivelmente desapontado com o fim-de-semana passado nos Estados Unidos. O britânico foi considerado como tendo feito falsa partida em Laguna Seca e, apesar dos grandes esforços da sua equipa Monster Yamaha Tech 3 para o avisar desde o muro das box para fazer a passagem pelo pit lane, Toseland só se apercebeu da penalização quando a bandeira preta estava pronta para ser mostrada.

Para tornar tudo ainda mais cómico, a entrada tardia de Toseland fez com que o piloto não visse também a mostragem da bandeira preta pela primeira vez. Ele considera que a sua falsa partida foi, na pior das hipóteses, marginal e explicou que não estava a olhar para a placa das boxes nas primeiras voltas.

“Sinto que a falsa partida foi muito dura. Sabia que tinha sido à queima, mas não creio que tenha feito falsa partida e no início de uma corrida de 32 voltas não estou a olhar para a placa das boxes,” disse o piloto satélite da Yamaha que está a lutar pelo seu lugar em 2010. “Estava apenas concentrado em apanhar quem ia à minha frente e a primeira vez que ganhei consciência que tinha sido penalizado foi quando vi a bandeira preta com o meu número.”

“É claro que se soubesse que tinha feito falsa partida teria entrado, mas estive a ver a repetição na TV e não se vê nada. Não ganhei lugares, pelo que na minha opinião é algo exagerado. É um contratempo, mas temos de seguir em frente e responder na Alemanha.”

Toseland teve um fim-de-semana complicado no seu todo, mesmo antes da desclassificação. Uma queda na qualificação e uma escolha errada de afinação na segunda moto deixaram-no em 15º da grelha.

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™