Iannone pede desculpas a Espargró

Terça, 8 Setembro 2009

O italiano lamenta ter causado a queda em Misano e a consequente desistência do rival Pol Espargaró.

Com tempo para reflectir sobre os acontecimentos de Misano na tarde de domingo, na emocionante corrida de 125cc, o piloto da Ongetta Team I.S.P.A. Andrea Iannone pediu sinceras desculpas a Pol Espargaró por o ter colocado fora de prova na última volta.

O antigo líder da classificação de 125cc foi multado em 5.000 dólares pela Direcção de Corrida imediatamente após a prova, mas inflamou ainda mais a situação com duras palavras junto da imprensa italiana e espanhola.

Contudo, na segunda-feira, atrás de um comunicado de imprensa enviado pela sua equipa, Iannone disse: “Há muito tempo que estava à espera da corrida de Misano e sonhava conseguir um bom resultado perante os meus fãs, mas acabou por se tornar num pesadelo a poucos metros da meta.”

Ele continuou: “Foi uma corrida dura, com nós os dois a corrermos de forma muito correcta e com o Pol Espargaró a revelar-se muito corajoso, impondo o seu ritmo até ao final. Mas na última curva senti-me confiante e certo que o podia passar. Travei mesmo muito forte, fui para o lado, cheguei ao meio da curva e quando pensei que tinha passado o ângulo mudou. Não havia nada que pudesse fazer nessa altura para evitar o acidente e coloquei o Pol fora de acção porque ele estava do lado de fora e não teve culpa nenhuma do acidente. Fomos ao chão e tudo aquilo em que pensava é que tinha perdido uma oportunidade.”

“Depois fui pedir desculpas ao Espargaró e ele reagiu com fortes palavras, como era de esperar, e deu um soco na minha moto,” acrescentou Iannone. “Como o Valentino Rossi disse mais tarde, devia ter pedido desculpas outra vez, mas perdi a cabeça e fiz algo de que me vou arrepender para o resto da minha vida. Quando voltei para as boxes havia vários jornalistas à minha espera e cometi outro erro ao dizer coisas no calor do momento e sem pensar. Foi algo que aconteceu pela intensidade do momento, depois de um final tão dramático de uma corrida tão disputada.”

“No domingo à noite, pensando em tudo o que tinha acontecido, fiquei com vergonha do que se passou com o Pol e das coisas que disse à imprensa depois. Tenho de dizer que aprecio verdadeiramente as qualidades do Pol como piloto, ele é muito rápido e, como eu, tenta sempre fazer o melhor trabalho que pode. Quero pedir desculpas a todos, à minha equipa, aos meus patrocinadores e a todos os fãs do motociclismo. Estou certo que não voltará a acontecer,” concluiu o jovem de 20 anos.

Naturalmente desagradado, Espargaró tinha comentado no domingo: “Fiz uma das melhores corridas da minha vida e acabei no chão com a moto totalmente destruída. O Iannone tentou passar onde não havia espaço, levou-me ao chão e quando lhe pedi uma explicação passou-se. Como desportista, comportou-se de forma inaceitável.”

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™