Di Meglio revê campanha de Moto2 até ao momento

Moto2™ oferecido por
Sexta, 18 Junho 2010

O gaulês da Mapfre Aspar fala da difícil adaptação à nova categoria intermédia e de como mudou o seu estilo de pilotagem. Ele espera estar competitivo desde o primeiro momento em Silverstone.

A introdução de Mike di Meglio à classe de Moto2 não foi fácil e o francês ainda não somou pontos em 2010, isto apesar de ter estado perto. O 16º lugar no Qatar foi o mais perto que esteve dos pontos até ao momento e não foi capaz de terminar a última corrida em Mugello.

“A primeira corrida no Qatar foi um pouco difícil para mim,” explicou o Campeão do Mundo de 125cc de 2008 que alinhou na última campanha de 250cc no ano passado e contina com a Aspar na Moto2. “Tivemos uma grande qualificação com o 13º posto, mas na corrida o pneu frontal não era muito bom e ao cabo de três voltas não conseguia rodar com a moto como queria e terminei em 16º. Usámos os dados para a corrida seguinte e sabíamos que tínhamos melhorado a moto.”

Houve uma variedade de coisas a ajustar depois de feita a afinação e Di Meglio explicou aquilo com que teve de se contentar.

“No início foi a travagem de motor na linha de trajectória. O estranho nesta categoria é não termos assim tanta potência e se trabalharmos forte para sairmos rápido da pista podemos não conseguir nada,” disse. “Por vezes é melhor escolher uma trajectória estranha e rodar assim! É melhor para esta categoria. Tentei usar a melhor trajectória e usar todo o potêncial do motor, mas nesta categoria se fizermos isto perdemos mais tempo que o normal. Agora estou a tentar mudar o meu estilo de pilotagem e forma de pensar para ser mais rápido.”

A Mapfre Aspar mudou para o chassis Suter após a segunda jornada, uma mudança que ajudou Di Meglio. “O Suter é 10kg mais leve que o RSV e acho a moto mais fácil de pilotar. Em ultrapassagem em mais fácil mudar de trajectória,” acrescentou.

“Quando corremos em Le Mans cometi alguns erros e em Mugello dei o meu melhor nos treinos e na segunda sessão fui quarto. Mas não nos organizámos muito bem para a qualificação e parti de 20º. Nesta categoria é muito difícil passar todos porque os motores são todos iguais, ao contrário das 250cc e 125cc onde se podem ultrapassar dez pilotos durante a corrida.”

O trabalho árduo vai continuar e Di Meglio está apostado em forte qualificação para ter boa oportunidade de somar pontos no Campeonato.

“Tenho de trabalhar muito na minha qualificação porque sei que se começar em décimo ou oitavo será diferente,” disse. “Silverstone pode ser bom para mim porque todos os pilotos estão a ser mais rápidos e se o conseguir ser desde o início então creio que posso conseguir uma boa posição. Gosto de conhecer novas pistas, dei algumas voltas e o circuito é rápido e veremos mais depois das primeiras voltas de treinos!”

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™