Thai Honda PTT SAG vai usar Bimota

Moto2™ oferecido por
Segunda, 15 Março 2010

A estrutura dirigida por Eduardo Perales chegou a acordo com o fabricante italiano Bimota para utilizar o seu chassis na primeira temporada do Campeonato do Mundo de Moto2.

A Thai Honda PTT SAG garantiu esta semana a presença na nova categoria Moto2 após ter assinado com a Bimota para fornecimento do chassis para o Campeonato do Mundo de 2010. A equipa, dirigida por Eduardo Perales, vai alinhar na campanha com o tailandês Ratthapark Wilairot e o espanhol Héctor Faubel, e ambos os pilotos vão ter o primeiro contacto com a nova moto no último teste oficial de pré época em Jerez (27 a 29 de Março).

Os preparativos para a nova época sofreram atrasos depois de um acordo inicial com os suíços da Suter não ter ido adiante devido a desacordos.

Perales disse: “Tivemos um acordo preliminar com a Suter, mas houve alguns pontos no contrato final com que não concordávamos e depois optámos pela Bimota. Estamos contentes porque representa um contacto mais directo e humano e se surgirem problemas será muito mais fácil resolvê-los.”

O acordo com o construtor de Rimini fará da Thai Honda PTT SAG a única equipa da grelha com chassis Bimota. Uma situação que a formação de Moto2 vê como um vantagem no contacto com a fábrica.

“Vão ser apenas dois pilotos a usar o quadro Bimota no Campeonato do Mundo. Se for um de 12 então será sempre um pouco mais difícil quando se tem um problema,” disse Perales antes de comentar a prestação do chassis italiano. “Está a fazer tempos muito bons. De momento só foi usado em circuitos italianos, não em traçados do Campeonato do Mundo, mas a moto está a funcionar muito bem e não tem problemas — é uma moto de fábrica. A Bimota só faz chassis, pelo que não há dúvidas quantos às suas capacidades.”

O problema com a falta de quilómetros dos dois pilotos durante a pré época é uma preocupação para os directores da equipa, mas em termos gerais não está a ser visto como um obstáculo para obtenção dos objectivos traçados.

“Temos uma desvantagem por termos menos quilómetros que os outros, mas queríamos ter o primeiro contacto com o protótipo em Valência ou Almeria, antes do teste oficial de Jerez onde vamos rodar com a motos oficiais,” explicou Perales. “Perdemos os testes anteriores em Jerez e Valência, mas a chuva não deixou que fizessem muito trabalho. A nossa ideia é estar sempre entre os dez primeiros com os dois pilotos — depois tudo pode acontecer, mas somos os únicos com (suspensão) Showa e chassis Bimota, e isto pode ser um risco ou vantagem. Vamos começar a ver em Jerez.”

A equipa manteve o apoio da Honda Tailândia para 2010, da petrolífera tailandesa PTT e de todos os patrocinadores do ano passado. A assinatura do contrato com Faubel está dependente da chegada iminente de novo patrocinador.

“A ideia é fechar o contrato com o segundo piloto ainda hoje ou amanhã, estamos à espera do patrocinador que vai cobrir essa parte do orçamento, mas estou optimista. Penso que estará resolvido nas próximas horas e que a equipa tenha dois pilotos a rodar com cores diferentes, como no ano passado,” concluiu Perales.

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™