Última fase do Mundial começa em Motegi

Segunda, 26 Setembro 2011

O Grande Prémio do Japão marca o início de uma sequência de três corridas num espaço de quatro semanas onde Casey Stoner vai tentar assegurar o segundo ceptro na categoria rainha, enquanto Jorge Lorenzo vai fazer tudo para manter a coroa.

O Grande Prémio do Japão tem lugar neste fim-de-semana com o Campeonato do Mundo de MotoGP de 2011 a dar início à última fase da época, com três das últimas quatro corridas do ano a terem lugar em curto intervalo de tempo.

Com 44 pontos de vantagem à chegada à 15ª jornada, Casey Stoner, da Repsol Honda e vencedor do último embate em Aragón (oitavo triunfo do ano), aumentou a vantagem na frente da classificação sobre o actual Campeão do Mundo Jorge Lorenzo. Stoner venceu a corrida do ano passado em Motegi e a repetição do resultado deixa-o numa posição de conquistar o título de 2011 na ronda seguinte, em casa, em Phillip Island.

O australiano sabe que de momento são tudo hipóteses, nada mais, e é por isso que se mantém concentrado em enfrentar uma corrida de cada vez. Da mesma forma, Lorenzo sabe que até ao lavar dos cestos ainda é vindima e, por isso, vai dar tudo para revalidar o ceptro. O piloto da Yamaha Factory Racing foi quarto na corrida do ano passado em Motegi, a caminho do título de 2010, mas venceu no ano anterior no Japão.

Já para Andrea Dovizioso a pedra de toque em 2011 tem sido a consistência e é precisamente por isso que o piloto da Repsol Honda está actualmente em terceiro no Campeonato, mas a raridade da desistência em Aragón – a primeira vez que ficou a zeros este ano – deixou o italiano zangado. Ele deverá estar desejoso por emendar a mão num circuito onde foi segundo no ano passado.

Perto de Dovizioso depois de três segundos lugares consecutivos nas últimas três jornadas está Dani Pedrosa (Repsol Honda), que está a apresentar ritmo vencedor nesta fase final da época 2011 e deverá estar ansioso por conquistar o triunfo na pista onde fracturou a clavícula numa queda durante os treinos do ano passado. O piloto da Yamaha Factory Racing, Ben Spies, também adoraria somar mais um triunfo depois de se ter estreado no mais alto do pódio num GP este ano, e está em busca de um possível quarto posto na geral do Campeonato.

Um dos protagonistas da batalha da época do ano passado foi Valentino Rossi, que lutou com o então companheiro de equipa Jorge Lorenzo pela última posição do pódio em Motegi. O italiano está numa posição bem diferente este ano, tudo porque está em busca de melhorias na prestação da Ducati. Rossi e o companheiro de equipa na formação oficial, Hicky Hayden, estão actualmente em sexto e sétimo, respectivamente, na geral.

Marco Simoncelli (San Carlo Honda Gresini) venceu nas 250cc em Motegi a caminho do título de 2008 e o transalpino vai dar tudo para dilatar o pódio solitário que conquistou em Brno este ano, enquanto Colin Edwards (Monster Yamaha Tech 3) e Hiroshi Aoyama (San Carlo Honda Gresini) completam, neste momento, a lista dos dez primeiros. Para Aoyama Motegi representa a jornada mais importante do ano para o nipónico, que vai tentar premiar o público da casa com forte resultado.

O pelotão de MotoGP vai ser mais dilatado neste fim-de-semana com a adição de dois nomes; os pilotos de testes da HRC Kousuke Akiyoshi e Shinichi Itoh vão alinhar no Grande Prémio do Japão. Akiyoshi, que rodou em Assen no início deste ano, vai estar aos comandos de uma LCR Honda, com Itoh a rodar com uma RC212V pela Honda Racing Team.

A Honda anunciou, durante o fim-de-semana de Aragón, que a dupla iria levar a marca a correr com oito RC212V na 15ª jornada do ano, em Motegi.

Loris Capirossi infelizmente não vai poder correr neste fim-de-semana em consequência da forte queda que sofreu em Aragón e que agravou a lesão no ombro. O piloto da Pramac Racing espera estar apto para correr depois na Austrália.

TAGS Japan

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™