Talento precoce de Viñales revela-se em Le Mans

Quarta, 18 Maio 2011

Com a vitória no Monster Energy Grand Prix de France de 125cc, no domingo, o piloto tornou-se no mais jovem piloto espanhol da história a vencer um GP.

Com 16 anos e 123 dias de idade Maverick Viñales fez história no domingo ao tornar-se no mais jovem piloto espanhol de sempre a vencer um Grande Prémio do Campeonato do Mundo, em Le Mans.

Retirando o recorde a Jorge Lorenzo (que o deteve graças à vitória no GP do Brasil de 2003), Viñales tornou-se no terceiro piloto mais jovem de sempre a vencer um GP, atrás de Scott Redding e Marco Melandri. O que torna o feito de Viñales ainda mais impressionante é o facto de o ter consegui apenas na sua quarta corrida no Campeonato do Mundo, na sua temporada de estreia.

O piloto tem progredido rapidamente esta época, com o nono lugar na estreia no Qatar a ser seguido de queda em Jerez e depois de um quarto posto no Estoril, onde foi colocado fora do pódio por Johann Zarco por meros dois milésimos de segundo.

Viñales rodou de forma fantástica em Le Mans, lutando com o líder do Campeonato e muito mais experiente compatriota espanhol Nico Terol ao longo das 24 voltas e ultrapassando-o na última curva da última volta para assinar memorável vitória.

“Penso que fizemos uma corrida muito inteligente, sabia que tinha de esperar até à altura certa para puxar pela moto e passar o Nico,” disse Viñales após a corrida. “Foi claro na última volta que o podia ultrapassar e queira fazê-lo noutro sítio, mas não fui capaz. Ele cometeu um erro na última curva e aproveitei para ir para a vitória.”

Viñales continuou: “Esta vitória é muito importante para mim e para a equipa, mas sabemos que temos de continuar a cumprir os objectivos traçados no início da época, que são lutar pelo título de Estreante do Ano e continuar a aprender em todas as corridas.”

O Director Desportivo Ricard Jové disse: “O que este jovem fez não é fácil. Sim, ele tem uma grande moto e uma grande equipa, mas também tem muito talento. Está provado que a decisão de apoiar o ‘Mack’ há quatro anos foi a correcta, mas estamos conscientes do sítio onde estamos e vamos manter os pés no chão.”

“Ele tem um carácter fantástico e é divertido o bastante para não deixar que isto lhe suba à cabeça. Ele sabe que tem de continuar a trabalhar muito e a pensar nos objectivos que traçámos no início da época; aprender, aprender e aprender,” concluiu.

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™