Cortese vence corrida com bandeira vermelha

Domingo, 16 Outubro 2011

Sandro Cortese arrecadou a sua segunda vitória da temporada, depois de um início de corrida caótico no Iveco Grande Prémio da Austrália. O piloto alemão ficou na frente de Luis Salom e Johann Zarco, numa tirada difícil, com a corrida a terminar três voltas mais cedo devido a uma queda de Niklas Ajo.

O caos surgiu no início da corrida de 125cc assim que a chuva repentina chegou à grelha, atrasando o início da tirada em 8 minutos para dar tempo às equipas para mudar os pneus caso o quisessem fazer. Mas, o céu azul que surgia entre as nuvens dificultava a tarefa de qualquer um para adivinhar se continuaria a chover. Alguns acabaram por apostar nos pneus de chuva, mas cedo se percebeu que a pista logo estaria seca.

Mas, assim que a agitação parou, a grelha revelou uma terceira posição vazia - Jonas Folger (Red Bull Ajo Motorsport) não chegou a completar o warm up devido a problemas no motor durante a sessão.

Alexis Masbou (Caretta Technology Forward Team) começou a corrida na frente, ultrapassando o homem da pole e seu compatriota Johann Zarco (Avant-AirAsia-Ajo). Adrián Martín (Bankia Aspar) passou a seguir para a liderança, mas pouco depois entrou nas boxes para trocar para slicks, pois a pista já estava a secar. Entretanto, o líder do Campeonato Terol (Bankia Aspar) tentava ganhar posições, depois de ter caído para a 17ª posição no início da corrida.

Sandro Cortese (Intact Racing Team Germany) conseguia, entretanto, uma vantagem de seis segundos na frente da corrida, enquanto Luis Salom (RW Racing GP) subia para o segundo posto e Efrén Vázquez (Avant-AirAsia-Ajo) disputava a terceira posição com o seu companheiro de equipa, apesar de Zarco ser o único que ainda pode evitar que Terol leve para casa o título do Campeonato.

Com Terol a ganhar terreno para os homens da frente, a três voltas do final foi mostrada a bandeira vermelha depois da queda de Niklas Ajo (TT Motion Events Racing), que teve de ser assistido na pista. Os resultados finais da corrida acabaram por ser determinados pelas posições que os pilotos ocupavam na volta anterior, com Cortese a ser o vencedor incontestado, Luis Salom em segundo e um aliviado Zarco no mais baixo do pódio.

Em quarto ficou Vázquez, seguido por Alberto Moncayo (Team Andalucía Banca Cívica) e Terol na sexta posição, depois do espanhol ter feito uma recuperação notável, apesar de ter visto a sua vantagem na liderança do Campeonato encurtar-se para 22 pontos relativamente a Zarco.

Héctor Faubel (Bankia Aspar) terminou em sétimo, à frente de Maverick Viñales (Blusens by Paris Hilton Racing), Louis Rossi (Matteoni Racing) e Danny Webb (Mahindra Racing), que completaram o Top10.

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™