Rossi desiste por queda quando era quinta, Hayden sétimo em Phillip Island

Domingo, 16 Outubro 2011

O Grande Prémio da Austrália foi marcado por vários incidentes relacionados com o tempo imprevisível, incluindo a desafortunada queda de Valentino Rossi na 14ª volta.

Nicky Hayden fez grande partida da segunda linha da grelha para entrar na Curva 1 em segundo, atrás de Casey Stoner. O antigo Campeão do Mundo de 2006 caiu depois para a sexta posição quando começou a chover e foi apresentada a bandeira branca; o americano arriscou então a entrada nas boxes para trocar de moto, o que lhe custou uma posição para o compatriota Colin Edwards. Valentino Rossi passou Álvaro Bautista por dentro, para ascender a quinto, mas caiu assim que concluiu a manobra na 14ª volta.

 

Nicky Hayden:
  “As condições estavam mesmo complicadas hoje, com o vento e a chuva a irem e virem em diferentes partes da pista. Para ser franco, a minha partida foi fantástica, mas creio que todos os outros partiram pior que eu. Estava em boa posição, mas não tinha aderência traseira desde o início e apesar de ter dado o máximo, não me consegui defender dos tipos que começaram a passar por mim. Acabei por danificar o pneu traseiro e tentei chegar ao final e quando começou a chover com mais intensidade senti que estava muito escorregadio. Quase perdi a moto e quando vi o Bautista ir ao chão à minha frente decidi entrar e trocar de moto em vez de arriscar a mesma sorte. Foi mais um sétimo lugar, mas estive mais perto da frente que em qualquer outra corrida. Senti-me bem à excepção de alguns sítios, como a Curva 6, e a moto estava boa. Vamos tentar basear o trabalho futuro nesses pontos positivos.”

 

Valentino Rossi:
  “A queda foi uma grande pena porque podia ter terminado em quinto. Depois de uma partida razoável perdi algum terreno para o Nicky e Bautista, mas depois encontrei o meu ritmo e consegui passar os dois. Infelizmente, perdi a frente quando ultrapassei o Álvaro e estou mesmo desapontado porque não o esperava. É claro que, apesar de todo o trabalho, ainda não resolvemos este problema. De todas as formas, tanto no Japão como aqui, podíamos ter somado bons pontos, mas ao contrário, terminámos a zero. Dito isto, ainda estamos a trabalhar e temos algumas coisas importantes para avaliar nos próximos testes.”

 

Comunicado de imprensa Ducati Team

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™