Ducati azara em Motegi depois de fim-de-semana prometedor

Domingo, 2 Outubro 2011

Após um fim-de-semana com melhorias constantes ao longo das sessões de treinos e forte prestação no warm-up, Valentino Rossi não logrou tirar partido do bom trabalho levado a cabo com a GP11.1.

O italiano caiu ao cabo de poucas curvas e depois de contacto com Jorge Lorenzo, o que o levou a bater em Ben Spies. Enquanto escorregava pela gravilha sofreu forte toque num dedo da mão esquerda, mas, felizmente, os raios-X levados a cabo após o regresso à box revelaram a não existência de fracturas.

Nicky Hayden estava a lutar com Álvaro Bautista pelo quarto lugar e a rodar com ritmo muito consistente quando entrou na Curva 1 demasiado rápido e saiu de pista, perdendo várias posições. Ele voltou à corrida para terminar em sétimo.

Nicky Hayden:

“A nossa moto estava muito boa este fim-de-semana. Mesmo tendo sido apenas o oitavo melhor esta manhã, estava muito consistente e este fim-de-semana foi verdadeiramente a primeira vez que estive competitivo aqui. No início estavam todos nervosos e quase fiz falsa partida. Depois sofri um toque do Vale à saída da Curva 1 e saí de pista e perdi muito tempo. Estamos em corridas e é normal na primeira volta. Entrei num bom ritmo e quando o Casey me passou eu estava a tentar ultrapassar o Bautista, mas entrei muito forte na curva e saí de pista. Foi uma pena porque com os toda a gente a cometer erros tinha a possibilidade de conseguir um bom resultado. Foi um erro meu e tenho pena pela Ducati e por todos porque trabalharam muito. Phillip Island é uma pista de que gosto, pelo que espero fazer uma boa corrida lá.”

Valentino Rossi:
“É mesmo uma pena ficar fora da corrida ao cabo de duas voltas, principalmente depois dos progressos feitos este fim-de-semana e sabendo que trabalhámos bem na moto. Fui quarto no warm up e era possível ter ritmo para rodar no segundo 46 alto. Também penso que a nossa escolha de pneus para a corrida – traseiro duro e frontal macio – era a correcta. Quando se tem em conta os problemas que o Stoner, Simoncelli e Dovizioso também tiveram vemos que podia ter lutado pelo pódio, o que teria sido mesmo bom para nós. Tivemos algum azar. Infelizmente, o Lorenzo foi um pouco à relva na Curva 1 e na curva seguinte mudou um pouco, e inesperadamente, a trajectória dele para a direita. Ele não me viu porque eu estava um pouco atrás. Quando me tocou empurrei o Spies, que me tocou na manete do travão frontal. Foi um normal contacto de corrida, mas eu estava no local errado no momento errado. Seja como for, fizemos um bom trabalho neste fim-de-semana e estivemos mais competitivos que o usual. Estamos numa altura complicada, mas creio que estamos no caminho certo.”

Comunicado de imprensa Ducati Team

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™