Barberá espera melhorar a forma

Sexta, 21 Outubro 2011

O piloto da MAPFRE Aspar está de regresso depois de operação à clavícula, mas só conseguiu fazer 16 voltas ao longo das duas sessões devido a lesões nas costelas.

O frenético período do Campeonato do Mundo de MotoGP teve continuidade hoje com os pilotos a atacarem o circuito de Sepang, na Malásia, poucos dias depois de terem rodado em Phillip Island, com Héctor Barberá a regressar à pista após a sua operação.

O dia de hoje revelou-se mais doloroso que o esperado para Barberá no regresso à acção, com o espanhol a ter feito uma recuperação miraculosa da operação à clavícula. O piloto só conseguiu fazer cinco voltas durante a manhã devido a dores nas zona das costelas e apesar do s analgésicos o desconforto durante a tarde foi ainda maior e só conseguiu completar mais 11 voltas, assinando como melhor marca o oitavo tempo. Ele vai ser alvo de tratamentos durante a noite com o objectivo de estar em melhor forma para a qualificação de amanhã.

Héctor Barberá:
"Para ser franco, estou muito desconfortável. Espero que melhore com o passar do fim-de-semana porque não posso rodar assim. Só consegui fazer cinco voltas durante a manhã e foi muito duro lidar com as dores. Senti-me um pouco melhor durante a tarde, mas precisei de uma injecção e mesmo assim foi duro. Não tive muitas sensações na moto, mas creio que é normal. Quando se está com dores adoptamos uma posição mais confortável que desequilibra a moto. Não posso carregar o peso como queria, não posso ser agressivo. Vim cá porque me sentia bem e o braço estava a responder bem, mas o grande problema são as minhas costelas. Vou trabalhar com o fisioterapeuta esta noite para vermos se estou em melhor forma amanhã. Mesmo tendo sido um dia difícil foi bom estar de volta à moto."

Comunicado de imprensa MAPFRE Aspar.

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™