Stoner impõe-se em Indianapolis

Domingo, 28 Agosto 2011

Casey Stoner, da Repsol Honda, esteve imparável este domingo em Indianapolis e depois de ter assinado a pole no sábado estreou-se a vencer no mítico traçado americano à frente do companheiro de equipa Dani Pedrosa e do rival Jorge Lorenzo (Yamaha Factory Racing).

Pedrosa foi o mais forte quando as luzes vermelhas se apagaram e disparou do quarto posto da grelha de partida para a liderança de corrida, enquanto o compatriota Lorenzo disparou para segundo e relegou Stoner para terceiro nesta quente tarde de domingo.

Contudo, o forte ritmo apresentado pelo líder do Campeonato Stoner ao longo do fim-de-semana não demorou a vir ao de cima e o australiano acabou por passar Lorenzo sem grandes dificuldades na segunda volta para depois relegar Pedrosa para terceiro na após a sexta passagem pela linha de meta.

Stoner começou então a isolar-se na frente do pelotão, fazendo uma corrida sem oposição para se estrear a vencer no traçado de Indy e assinar a sétima vitória da época, a terceira consecutiva e, com isso, dilatar a vantagem na frente da classificação para 44 pontos sobre o rival e Campeão do Mundo Lorenzo.

Enquanto isso, Pedrosa teve de se contentar com o segundo posto no que foi uma corrida feita a solo. Por seu lado, Ben Spies, da Yamaha Factory Racing, fez uma partida para esquecer desde a segunda posição da grelha, caindo para nono na primeira curva. O americano conseguiu, contudo, levar a cabo fenomenal recuperação ao longo da prova, recuperando várias posições e chegando mesmo a passar o companheiro de equipa Lorenzo ao cabo de 16 voltas. Spies ainda tentou apanhar Pedrosa, mas acabou por ter de se ficar pelo mais baixo do pódio.

Já Lorenzo, que teve um difícil início de fim-de-semana e queria recuperar o terreno perdido para Stoner no Campeonato na pretérita jornada, acabou por não ver concretizado o objectivo. No início da prova o Campeão do Mundo ainda apresentou bom ritmo, mas com o passar das voltas foi perdendo andamento e nem sequer conseguiu encontrar os argumentos necessários para ir atrás do companheiro de equipa depois deste o ter ultrapassado, terminando a corrida em quarto.

Andrea Dovizioso (Repsol Honda) fez uma corrida algo modesta. O italiano não conseguiu melhor que quinto nesta segunda visita do Campeonato do Mundo aos Estados Unidos.

O sexto posto ficou a cargo de Álvaro Bautista (Rizla Suzuki), com Colin Edwards (Monster Yamaha Tech 3) a ser o segundo melhor americano, em sétimo, e Randy de Puniet (Pramac Racing Team) em oitavo, com Hiroshi Aoyama (San Carlo Honda Gresini) e Valentino Rossi (Ducati Team) a fecharem a lista dos dez primeiros, isto depois do italiano ter chegado a rodar em último.

O estreante de MotoGP Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3) foi 11º, enquanto Marco Simoncelli foi 12º. O italiano da San Carlo Honda Gresini chegou a rodar no grupo da frente e a lutar pelo pódio, mas o desgaste dos pneus fez com que perdesse muitas posições.

Toni Elías (LCR Honda) terminou no 13º posto, enquanto Nicky Hayden (Ducati Team) foi 14º depois de ter ido às boxes a duas voltas do final para uma troca de pneu.

Héctor Barberá (Mapfre Aspar MotoGP) caiu na última curva quando rodava em oitavo e não conseguiu cruzar a linha de meta. Karel Abraham (Cardion ab) e Loris Capirossi (Rizla Suzuki) desistiram nas boxes.

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™