Khairuddin nos livros de história com primeiro pódio malaio

Segunda, 22 Outubro 2012

Um dia depois de celebrar o 21º aniversário, o piloto malaio da Moto3™ Muhammad Zulfahmi Khairuddin fez história ao conquistar o primeiro pódio para a Malásia com o segundo lugar do Grande Prémio de Motociclismo da Malásia de 2012, no Circuito Internacional de Sepang, na domingo.

 

Foi quase a prenda de aniversário perfeita para o natural de Banting, já que ficou apenas a duas curvas do triunfo, altura em que foi passado pelo germânico Sandro Cortese, que queria marcar o dia com a conquista da coroa da Moto3 com a vitória.
 
Vindo da pole, Zulfahmi chegou em primeiro à Curva 1; mas deixou Jonas Folger passar para a frente na terceira curva.
 
“Foi uma estratégia decidida antes da corrida; aprender com a nossa experiência passada. Sei que a minha moto tem vantagem de velocidade em recta face à do Folger, pelo que não era problema dar-lhe a liderança,” disse Zulfahmi.
 
A oito voltas do fim surgiram bandeiras de chuva em algumas curvas. E isso levou Khairuddin a passar Folger para a liderança e para grande alegria do público local.
 
“Só quando senti algumas gotas de chuva no visor a meio da corrida é que decidi passar para a frente. Temi que a chuva surgisse de um momento para o outro e que dessem bandeira vermelha. Se isso acontecesse queria estar na frente.”
 
“Mas a chuva era pouco e não foi necessário parar a corrida. Por isso dei o máximo,” disse Khairuddin, que deixou passar Folger ocasionalmente, mas recuperando de imediato, com o público malaio a ser levado à loucura com a KTM a ser puxada aos limites.
  
A cinco voltas do final Cortese estava claramente descontente por estar afastado da luta e foi atrás do título de Campeão do Mundo ao passar Folger para segundo e ir atrás Khairuddin. E aquilo a que se assistiu foi a uma típica última volta da Moto3 de cortar a respiração, com Cortese a passar o malaio na última curva para lhe negar o triunfo em casa.
 
“Na verdade, cometi um erro na penúltima curva e isso permitiu ao Cortese passar-me. Tentei responder na última curva, na 15, mas travei demasiado tarde. Tive um pequeno ressalto na entrada e depois decidi que o segundo lugar era melhor que uma queda.”
 
“Estou muito contente com o segundo posto. Também quero agradecer ao público. Foram fantásticos durante toda a corrida e eu estava mesmo ao rubro com o apoio deles. Também quero agradecer à KTM pela moto... tivemos uma moto excelente ao longo do fim-de-semana,” acrescentou Zulfahmi.

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™