Lorenzo filosófico quanto à luta pelo título antes da Malásia

Quinta, 18 Outubro 2012

O motogp.com falou com Jorge Lorenzo antes do Grande Prémio de Motociclismo da Malásia num evento especial organizado na Loja Alpinestars em Kuala Lumpur.

Após a apresentação do Tech Air – Sistema de Airbag Electrónico Alpinestars, Jorge Lorenzo respondeu a várias perguntas da imprensa nacional e internacional antes de se juntar aos fãs para fotos e sessão de autógrafos.

Em conversa com o motogp.com, o piloto da Yamaha Factory Racing mencionou o quão especial a ronda malaia do MotoGP é para ele, pelo apoio que recebe, mas também pelos seus feitos no Circuito Internacional de Sepang.

“É muito bom estar com os fãs e com a imprensa aqui em Kuala Lumpur e desfrutar de grande apoio e também estamos a ver a marca Alpinestars tornar-se cada vez mais forte na Malásia,” comentou Lorenzo. “Voltar aqui é sempre muito especial porque tenho grandes memórias desta ronda de quando conquistei o meu segundo título de 250cc em 2007 e, é claro, do meu primeiro campeonato do MotoGP... Por isso espero ficar com mais uma boa memória da Malásia este ano."

Actualmente a liderar o Campeonato do Mundo de MotoGP com 28 pontos de vantagem sobre Dani Pedrosa, Lorenzo tem a possibilidade matemática de chegar ao título – uma vitória é o bastante para conquistar o segundo título caso o seu rival não vai além de 13º. Lorenzo sublinhou que apesar da pressão de obter mais uma cora, está a levar as coisas com mais calma que na campanha de 2010 em que conquistou o primeiro título.

“Para mim este ano é muito diferente – há dois anos eu ainda estava atrás do meu primeiro ceptro, por isso estava um pouco mais nervoso e tinha de correr mais riscos porque tinha de garantir o primeiro título,” disse o espanhol. “Agora que já conquistei um campeonato, pelo menos posso ficar contente por já o ter conseguido uma vez, mesmo que o objectivo seja conquistar mais títulos – pensando nisso, nem todos os pilotos têm um título, pelo que agora posso levar as coisas com mais calma."

O piloto da Yamaha Factory Racing admitiu que Pedrosa se revelou mais forte nas últimas corridas, mas continua a acreditar que é capaz de fazer frente ao desafio do rival de longa data.

“Desde Laguna Seca o Dani e a sua moto revelaram-se mesmo fortes e tem-nos sido mais difícil batê-lo de forma regular como aconteceu na fase inicial da época, quando conseguimos construir uma liderança sólida no Campeonato. Agora é mais complicado, mas as coisas mudaram ao longo da época, pelo que temos de manter uma perspectiva global sobre a temporada e não vale a pena embandeirar em arco em relação às vitórias em corridas quando não o conseguimos fazer. Tentei, mas não consegui vencer as duas últimas corridas, mas talvez consiga vencer as próximas duas... e se não conseguir só terei de garantir que termino o mais à frente possível."

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™