Estrelas do MotoGP™ juntam-se na conferência pré-corrida de Motegi

Quinta, 11 Outubro 2012

Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, contou com a companhia do rival ao título Dani Pedrosa, do regressado Casey Stoner, Andrea Dovizioso e Nicky Hayden na conferência de imprensa de quinta-feira do AirAsia Grande Prémio do Japão, em Motegi.

Lorenzo, cuja liderança no campeonato foi reduzida para 33 pontos em Aragão, apontou a importância de correr com a cabeça conforme a época se aproxima do final: “Estas três corridas vão ser mesmo muito importantes para o campeonato e para o pontos, e o nosso objectivo é manter a mesma linha de todo o campeonato; tentar sempre lutar pela pole, pelo pódio e por vitórias. É a minha meta e se for possível vencer corridas vou tentar, se não os pódios serão bons resultados nas últimas quatro corridas.”

 

Stoner, da Repsol Honda Team, regressa de lesão e pode retirar importantes pontos, o que levou o maiorquino a comentar: “Isso é algo que não podemos controlar. Se o Casey for suficientemente rápido poderá vencer e tirará pontos a mim e ao Dani. Uma coisa podemos controlar, a nossa prestação e é isso que vamos tentar controlar nas corridas.” Finalmente, discutindo as possibilidades que tem na pista de Motegi, Lorenzo disse: “Normalmente aqui não é simples para a Yamaha porque temos algumas dificuldades na aceleração, mas temos boa travagem e entrada em curva, que são os nossos pontos fortes. No ano passado fomos segundos, não muito longe do Dani, e este ano com a 1000cc estamos um pouco mais competitivos pelo que vamos tentar ficar ainda mais perto.”

Pedrosa, da Repsol Honda, tem se apresentado em muito boa forma nos últimos tempos e sabe que tem de continuar assim se quiser conquistar o título: “Como disse, é importante divertir-me e desfrutar. Estamos a fazer boas corridas e também é bom para a equipa porque temos feito cada vez melhor no campeonato. Estamos a tentar fazer o mesmo, manter a concentração e rodar bem.”

 

Stoner, que quer acabar a carreira de MotoGP™ com mais vitórias, está desejoso por voltar à acção após a frustrante paragem: “Todos me têm perguntado como foram as férias em casa, mas não foram férias nenhumas. Passei o tempo deitado a descansar, sem poder fazer nada, até treinar era difícil, pelo que manter a forma para quando voltasse às corridas foi complicado. É claroq ue é bom estar de volta – não é a forma como queria terminar a minha última época, com lesão e de fora em algumas corridas e sem possibilidades de chegar ao título. Foi desapontante para nós, mas estamos aqui para fazer o melhor trabalho possível até ao final da temporada. Sinto-me bem e fresco e vamos ver como correm as coisas com a moto amanhã. O primeiro dia pode ser complicado depois de todo este tempo de paragem.”

Andrea Dovizioso, da Monster Yamaha Tech 3, quer consolidar o quarto posto no campeonato e comentou: “Esta é uma boa pista para o meu estilo e vai ser muito interessante ver como estará a Yamaha. O Dani está muito rápido nesta altura, em especial nesta pista, mas a minha meta é tentar estar no meio da luta entre o Dani e o Lorenzo e talvez o Casey, não sei o quão rápido ele pode ser com a lesão. Estou muito confiante e temos de começar a ser capazes de ver o nosso nível.”

 

A completar a conferência esteve Hayden, da Ducati Team, que pouco antes da corrida viu ser-lhe diagnosticada mais uma lesão, desta feita resultante da queda de Aragão: “Tive muita sorte em não ter sofrido mais danos, mas contraí mais uma pequena lesão no meu pulso. A minha mão está praticamente sarada, mas agora tenho este pequeno problema. Tenho força, pelo que espero que não seja grande problema nesta pista. Motegi nunca foi um grande traçado para mim. É uma pista de que gosto, mas nunca me dei muito bem nela com a Ducati. Espero que este ano as coisas mudem.”

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™