Pedrosa vence enquanto Stoner luta pelo quarto lugar

Domingo, 19 Agosto 2012

A Repsol Honda Team concluiu a segunda corrida da temporada nos Estados Unidos com mais uma fantástica prestação no Red Bull Grande Prémio de Indianápolis.

Dani Pedrosa vez o pleno em Indy – pole position, recorde do circuito e vitória – em mais um incrível fim-de-semana que marca a segunda vitória da temporada de 2012. Foi também o seu segundo triunfo nesta pista e a 40ª vitória da carreira no Campeonato do Mundo nas três categorias. Pedrosa cruzou a linha da meta 10,8s à frente de Lorenzo e o seu companheiro de equipa na Repsol Honda, Casey Stoner, celebrou, tendo em conta a sua condição, um formidável quarto lugar. O actual Campeão do Mundo estava com muitas dores provocadas pela fractura no tornozelo direito, resultado de uma queda na sessão de qualificação de ontem.

Dani Pedrosa

"Estou extremamente feliz com esta vitória e quero sinceramente agradecer a toda a equipa o grande trabalho que fizeram este fim-de-semana, a moto esteve perfeita. O início da corrida foi difícil, porque o ritmo era muito forte. Ultrapassei o Ben Spies, mas mantive a calma porque sabia que hoje tinha o ritmo para lutar pela vitória. Quando cheguei à liderança, fiz voltas muito fortes para conseguir manter alguma distância, mas cometi um erro na curva 2 e o Jorge reduziu a vantagem em um segundo. Mas, consegui regressar ao ritmo e corri de forma confortável até ao final, altura em que penso que o Jorge teve alguns problemas com o pneu traseiro macio. Conseguimos alcançar a segunda vitória da época e todos os pontos são importantes. Também quero felicitar o Casey pelo seu resultado, ele fez uma corrida soberba nas condições em que está e tenho a certeza que voltará a estar forte em Brno”.

Casey Stoner

"Definitivamente estou desapontado pela forma como o fim-de-semana correu. Comecei forte na sexta-feira de manhã e depois tivemos alguns problemas à tarde, na segunda sessão de treinos livres. Mostrámos que tínhamos o ritmo para a pole position e para lutar pela vitória, mas infelizmente tive uma grande queda na qualificação. As lesões com que fiquei tornaram as coisas muito difíceis para nós e perdemos tempo precioso em pista para trabalhar na afinação. Esta manhã no warm up estava a ficar confortável na moto e preocupei-me com outras coisas que não a afinação. A corrida foi igualmente difícil, fiz uma má partida e perdi posições, depois tive que lutar por ir para a frente. Assim que consegui, infelizmente o Ben teve um problema na moto e vi-me no meio do fumo, sem certeza para onde ia e a pensar que podia bater e voltar a perder posições. No final da corrida foi quase impossível manter o ritmo. Os analgésicos que tomei começaram a deixar de fazer efeito a meio da corrida e estava a compensar a lesão com o outro lado do meu corpo, simplesmente já não tinha forças. Foi frustrante desistir de uma posição no pódio para o Andrea, mas fizemos tudo que podíamos e pelo menos consegui correr e arrecadar alguns pontos".

Comunicado de imprensa na Repsol Honda Team.

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™