Repsol Honda no pleno da força em Motegi

Terça, 9 Outubro 2012

A Repsol Honda Team regressa à acção este fim-de-semana no pleno da força com Dani Pedrosa e Casey Stoner no Grande Prémio do Japão, 15ª jornada do Campeonato de MotoGP.

Pedrosa, que venceu três das últimas quatro corridas, ocupa neste momento a segunda posição no Campeonato, atrás de Jorge Lorenzo, da Yamaha. Ele vai tentar repetir o triunfo de 2011 em Motegi e reduzir a diferença de 33 pontos quando faltam disputar quatro corridas. Dani venceu em Motegi nas três categorias, 125cc (2002), 250cc (2004) e MotoGP (2011).

 

Stoner, que falhou os últimos três Grandes Prémios devido a lesão contraída na qualificação de Indianápolis em Agosto, estará desejoso por voltar à pista e avaliar os movimentos do tornozelo direito. Casey foi operado a 30 de Agosto e tem recuperado em casa, na Austrália, com o objectivo de estar apto para as últimas corridas de 2012. Com 186 pontos, Stoner está matematicamente fora da corrida ao ceptro, mas ele quererá terminar em alta antes de se retirar do desporto. Casey conta com uma única vitória em Motegi, no GP de 2010.

Dani Pedrosa

"Motegi é uma corrida pela qual estou sempre desejoso. É o fim-de-semana mais importante para a Honda e gosto mesmo do circuito. Agora temos pela frente o período mais exigente de corridas, mas temos de continuar a fazer as coisas passo a passo, a pensar corrida a corrida. Adoro Motegi, é uma pista com fortes zonas de travagem e aceleração. Temos de trabalhar arduamente para não fazermos cavalinhos, para lidarmos com o acelerador, com a estabilidade em travagem e para termos boa saída das curvas. No ano passado fizemos aqui uma boa corrida e vamos trabalhar muito com a equipa para estarmos o mais competitivos possível.”

Casey Stoner

"Vai ser muito bom ver toda a equipa junta e voltar a rodar com a minha moto este fim-de-semana em Motegi. As últimas seis semanas foram muito duras para mim, tive de estar sempre sentado a descansar o tornozelo, fiz alguma fisioterapia e tentei ocupar o meu tempo – felizmente tenho a Ally para me manter ocupado. Vi as corridas em casa, tive pena do Dani em Misano, mas são coisas que acontecem – como aconteceu com o Jorge em Assen. O circuito de Motegi é muito ‘strat-stop’, com muitas travagens e acelerações fortes; é muito duro no corpo e fisicamente exigente. A primeira sessão de sexta-feira será crucial para ver como está o meu tornozelo dentro da bota e ver até qual a mobilidade que tenho e que pressão posso colocar.”

Comunicado de imprensa Repsol Honda Team.

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™