Crutchlow e Dovizioso em bom ritmo na Catalunha

Sexta, 1 Junho 2012

Os pilotos da Monster Yamaha Tech 3 Team, Cal Crutchlow e Andrea Dovizioso, apresentaram ritmo muito forte nas condições quentes da pista da Catalunha esta tarde para terminarem o primeiro dia de trabalho do Gran Premi Aperol de Catalunya entre os quatro primeiros.

Com as temperaturas na técnica pista da Catalunha a chegarem aos 29ºC, Crutchlow e Dovizioso conseguiram levar a cabo importante trabalho de afinação das suas YZR-M1 em preparação para a corrida de 25 voltas de domingo.

Crutchlow impressionou durante a manhã ao assinar a quarta marca na muito disputada sessão que viu os 11 primeiros separados por apenas 0,8s. Depois de melhorar a afinação da YZR-M1 Crutchlow retirou 0,8s à sua marca matinal durante a tarde. O britânico rodou em 1m42,477s para ficar em terceiro na tabela de tempos combinados e apenas a 0,348s do líder do Campeonato do Mundo Jorge Lorenzo, que marcou o ritmo do primeiro dia.

Dovizioso também teve positivo e produtivo primeiro dia para terminar a apenas 0,145s de Crutchlow. O italiano foi nono de manhã, mas tal como o companheiro de equipa conseguiu rodar bem mais rápido de tarde para parar o cronómetro em 1m42,592s. Dovi retirou quase 0,8s à sua marca da manhã enquanto se concentrou na avaliação da durabilidade dos pneus.

Cal Crutchlow

“Foi um bom início de fim-de-semana e estive rápido e competitivo em ambas as sessões. A moto funcionou muito nem desde o início, mas podemos claramente melhorar. Tenho de me concentrar em ser mais rápido nas duas últimas curvas. Não estou muito mal em termos de tempos nessa parte da pista, mas não me sinto muito confortável, pelo que temos de trabalhar na afinação para melhorar isso amanhã. Não estou muito longe do topo e posso mesmo melhorar o meu ritmo, mas o meu melhor tempo foi conseguido com pneu macio perto do final. Vi que o Casey e o Dani só usaram o duro, pelo que temos de acreditar que eles estarão muito mais à frente.”

Andrea Dovizioso

“Estou muito satisfeito com o trabalho de hoje. Os tempos foram rápidos, mas temos margem para melhorar. Fiz a minha melhor volta com o pneu macio, mas não troquei o frontal durante toda a sessão. Se tivesse novo frontal com o macio traseiro estou certo que teria sido mais rápido, mas não valia a pena puxar tão forte. Passei a maior parte do dia a trabalhar na durabilidade dos pneus e a concentrar-me na afinação da moto para funcionar bem no final da corrida, quando a aderência é menor. Neste calor será o piloto que mantiver a melhor aderência durante mais tempo aquele que vai ter melhores hipóteses na corrida, pelo que trabalhámos muito nesta área hoje e recolhemos importante informação. Finalmente, quero mostrar o meu apoio às vítimas dos recentes sismos em Itália. É uma altura difícil para muitos e os meus pensamentos e orações estão com eles.”

Comunicado de imprensa Monster Yamaha Tech 3.

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™