Dovizioso e Crutchlow com início sólido na California

Sexta, 27 Julho 2012

A segunda metade da época 2012 do Campeonato do Mundo de MotoGP teve início de forma positiva para os pilotos da Monster Yamaha Tech 3 Team, Andrea Dovizioso e Cal Crutchlow, após ambos terem apresentado tempos competitivos nas duas sessões de treinos hoje em Laguna Seca.

Dovizioso, que está em busca do quarto pódio consecutivo na corrida de 32 voltas deste domingo, terminou com um tempo de 1m22,021s que o manteve na quinta posição e foi o melhor piloto não de fábrica no exigente traçado de Laguna Seca, que é palco da famosa curva “Saca-rolhas”.

O britânico Crutchlow também apresentou início satisfatório dos preparativos para a décima jornada do Campeonato do Mundo de MotoGP de 2012. Crutchlow terminou a apenas 0,063s de Dovizioso na sessão matinal e estava a rodar forte para melhorar o ritmo na sessão vespertina quando sofreu forte queda à entrada para a Curva 10. Ele voltou à pista nos últimos dez minutos da sessão e melhorou o seu registo para 1m22,258s, o que o colocou em sexto na tabela de tempos combinados.

Andrea Dovizioso

“Foi um arranque positivo para o fim-de-semana, mas a diferença para a frente é muito grande. A segunda sessão foi um pouco estranha porque após a bandeira vermelha houve muito tráfego em pista nos momentos finais e foi complicado conseguir uma volta limpa. Talvez tivesse conseguido fazer o mesmo tempo que o Ben (Spies), mas claramente não poderia rodar no segundo 21 baixo dos três primeiros. O minha meta esta tarde era aproximar-me do Ben e conseguimos fazê-lo. Fiquei quase 0,7s dele esta manhã e de tarde ficámos a 0,3s, o que é um bom passo em frente.”

Cal Crutchlow

“As coisas hoje não correram como planeado porque de tarde sofri uma queda estúpida. Foi culpa minha e temos de olhar para os dados para compreender totalmente o que se passou. Acho que não fiz nada de diferente naquela curva nas outras voltas, mas vamos ter de verificar. Tenho um pequeno corte na minha perna direita, mas felizmente não sofri mais nada em consequência da queda. Mesmo assim, estou razoavelmente contente porque conseguir voltar para a pista e ganhar um pouco mais de tempo e em ambas as sessões estive entre os seis primeiros, pelo que estamos bem competitivos. Temos de acalmar um pouco a moto, mas vou falar com a minha equipa esta noite e encontrar um plano que estou certo me vai ajudar a continuar competitivo entre os seis primeiros durante o resto do fim-de-semana.”

Comunicado de imprensa Monster Yamaha Tech 3.

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™