Crutchlow e Dovizioso com início promissor na Austrália

Sexta, 26 Outubro 2012

As condições frias, mas secas, que se fizeram sentir durante a maior parte das duas primeiras sessões livres de hoje em Phillip Island permitiram os pilotos da Monster Yamaha Tech 3 Team, Cal Crutchlow e Andrea Dovizioso, completarem positivo e produtivo início no fim-de-semana do AirAsia Grande Prémio da Austrália.

 

O britânico Crutchlow ficou satisfeito com o trabalho de hoje depois de ter terminado como melhor piloto satélite em quarto. A prestação de Crutchlow foi particularmente impressionante tendo em conta que ele foi afectado por febre e bronquite no início da semana à chegada a Melbourne. O companheiro de equipa Andrea Dovizioso também apresentou progressos significativos depois de apresentar uma marca de 1m31,968s, o que o colocou em quinto da manhã.
 
Cal Crutchlow 
“Foi um bom início de fim-de-semana e estou contente tendo em conta como me sentia antes de hoje. Ontem tive temperaturas mesmo elevadas, mas o maior problema foi a bronquite porque estou a ter dificuldades em respirar. Hoje sinto-me melhor e a concentração não é problema, mas esta pista é tão física e rápida que nunca temos descanso. E com o vento estamos sempre a lutar com a moto, o que não está a facilitar nada as coisas para mim. Vou voltar a estar com o pessoal da Clínica Móvel esta noite e estou sentir-me melhor amanhã. Ainda não estou perto dos 100% e o meu objectivo é terminar este fim-de-semana com bom conjunto de pontos."
 
Andrea Dovizioso 
“Como sempre, quando vimos para esta grande pista nesta altura do ano, as condições foram as normais de Phillip Island. Estava muito frio e vento, mas o aspecto positivo é que tirando uns minutos de chuva, esta manhã conseguimos rodar com pista seca para nos concentrarmos em melhorar a afinação da moto. Recolhemos muitos dados hoje, mas é claro que temos de recuperar algum tempo para estarmos mais perto dos três primeiros. As minhas sensações com a moto são boas, mas gostava de ganhar mais à vontade com a frente. Este é o aspecto principal nesta pista porque há muitas curvas rápidas e longas com mudanças de direcção muito repentinas, pelo que temos de preparar a moto à saída para termos a trajectória certa. Se conseguirmos fazer isto depressa o tempo por volta surge com mais facilidade.”
 
Comunicado de imprensa Monster Yamaha Tech 3.

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™