Espargaró no topo, Márquez com problemas em FP1 em Phillip Island

Moto2™ oferecido por
Sexta, 26 Outubro 2012

Pol Espargaró, da Tuenti Movil HP 40, foi quem se deu melhor na primeira sessão de treinos livres da Moto2™ com vista ao AirAsia Grande Prémio da Austrália ao terminar à frente de Scott Radding e Tom Lüthi, enquanto Marc Márquez teve uma sessão repleta de problemas.

 

As condições mantiveram-se secas para a classe de Moto2™ e foi Espargaró quem se mostrou mais forte desde o primeiro momento ao assinar o melhor tempo da manhã em 1m34,785s, o que representou mais de meio segundo de vantagem sobre o rival mais próximo, Redding (Marc VDS Racing Team), que foi segundo. Tom Lüthi (Interwetten-Paddock) apresentou uma volta rápida no final do treino para terminar marginalmente atrás do britânico em terceiro.
 
O companheiro de equipa de Redding, Mika Kallio, esteve em bom plano durante a manhã terminando com a quarta marca, à frente de Mike Di Meglio (Kiefer Racing), que esteve algo fora do radar desde que se juntou à formação germânica. Quem deu continuidade ao recente bom momento de forma foi o homem da casa Anthony West aos comandos da sua máquina da QMMF Racing Speed Master; depois do pódio na Malásia o australiano voltou a terminar nos dez primeiros esta manhã, desta feita no seco.
 
Andrea Iannone (Speed Master), que nas últimas rondas tem estado algo apagado, deverá estar contente com o sétimo registo, à frente do compatriota Simone Corsi (Came IodaRacing Project). Randy Krummenacher (GP Team Switzerland) e o vencedor da última corrida, Alex de Angelis (NGM Mobile Forward Racing), completaram a lista dos dez primeiros. Registou-se uma queda durante a sessão: Ricky Cardús (Arguiñano Racing Team), que saiu ileso do incidente.
 
A manhã de Marc Márquez (Team CatalunyaCaixa Repsol) não correu bem com o piloto a não conseguir estabelecer um tempo devido ao que pareceram ser graves problemas com a moto. O espanhol só por três vezes saiu da box abortando as tentativas de imediato de todas as vezes. Mais rade descubriu-se que era um problema com conector eléctrico.
 
Enquanto isso, o brasileiro Eric Granado (JiR Moto2) rodou fora dos 107% ao apresentar um tempo de 1m42,142s, mais 7,347s que o primeiro, pelo que tem agora algum trabalho a fazer na próxima sessão.

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™