Lorenzo coroado Campeão com sexta vitória de Stoner na Austrália

Domingo, 28 Outubro 2012

Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, foi coroado Campeão do Mundo de MotoGP™ após terminar o AirAsia Grande Prémio da Austrália, em Phillip Island, na segunda posição, atrás do herói da casa Casey Stoner, que conquistou o sexto triunfo consecutivo no traçado, enquanto Cal Crutchlow conquistou o segundo pódio da carreira com o terceiro lugar.

 

Foi Lorenzo quem assumiu a liderança à chegada à Curva 1 após partida canhão com o Dani Pedrosa, da Repsol Honda Team, colado na roda do compatriota e com o herói da casa Stoner logo atrás. Pedrosa passou Lorenzo ao cabo de algumas curvas enquanto tentava destacar-se na frente. Stoner não tardou a colar-se a Lorenzo e passá-lo na recta da meta à entrada para a segunda volta.
 
Pouco depois foi o drama para Pedrosa que, ao puxar demais, perdeu a traseira da moto. O espanhol conseguiu voltar a montar a moto, mas teve de ir às boxes uma vez que a sua montada estava demasiado danificada, o que deixou Lorenzo em excelente posição para conquistar o título Mundial. Com Stoner a isolar-se na frente de forma dominadora, desenvolvia-se animada batalha pela terceira posição, com Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3) a assumir a liderança deste particular à frente do companheiro de equipa Andrea Dovizioso, Álvaro Bautista (San Carlo Honda Gresini) e Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP).
 
Entretanto, James Ellison (Paul Bird Motorsport) caía e desistia da corrida, enquanto Colin Edwards (NGM Mobile Forward Racing) abandonava com problema técnico. A 18 voltas do final Crutchlow voltava ao ataque, rodando mais rápido que Lorenzo e afastando-se um pouco de Dovizioso, que nessa altura tinha Bautista colado à roda. Atrás deles, Valentino Rossi (Ducati Team) liderava a luta das Desmosedicis, à frente de Karel Abraham (Cardion AB Racing) e do companheiro de equipa Nicky Hayden.  
 
Duas voltas mais tarde Bautista passou Dovizioso quando começou a ser pressionado por Bradl, com este a passar o italiano uma passagem pela meta mais tarde. Bradl passou então a ser um homem com missão ao passar Bautista da recta da meta e com Dovizioso a seguir-se poucas curvas depois. Stoner liderava a corrida com Lorenzo num solitário segundo lugar e Crutchlow num isolado terceiro, mas Bautista e Dovizioso lutavam arduamente. A oito voltas do final Roberto Rolfo (Speed Master) desistiu com problema mecânico.
 
Mais atrás, Aleix Espargaró (Power Electronics Aspar) lutava com o companheiro de equipa Randy de Puniet no duelo pela supremacia das CRT. A cinco voltas do final Dovizioso parecia ter encontrado novo ânimo ao passar Bradl para quarto. Uma volta depois Bautista tirava partido disto e passava o germânico para ocupar o quinto posto. E a duas voltas do final o trio debatia-se com garra, com Dovizioso a liderar à entrada para última volta e mantendo a posição até à bandeira de xadrez.
 
No final foi Stoner quem brilhou ao conquistar o sexto triunfo consecutivo na pista australiana naquela que foi a sua última prova em Phillip Island, com Lorenzo a conquistar o segundo ceptro na categoria rainha a uma prova do final da época. Enquanto isso, Crutchlow garantiu o segundo pódio na classe de MotoGP, isto apesar de estar adoentado. Dovizioso foi quarto, seguido de Bautista, Bradl, Rossi, Hayden, Abraham e de Espargaró, que levou a melhor sobre o companheiro de equipa.
 
A corrida foi um grande sucesso entre o público australiano, estimando-se a presença de 53.100 fãs na pista neste domingo, o que dá um total estimado de 122.470 espectadores ao longo dos três dias.
TAGS Australia

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™