Monster Yamaha Tech 3 de olhos no pódio em casa

Sábado, 19 Maio 2012

A Monster Yamaha Tech 3 Team vai para a corrida em casa, no histórico traçado gaulês de Le Mans, com Andrea Dovizioso e Cal Crutchlow confiantes nas suas possibilidades de lutarem pelo pódio após terem apresentado boas qualificações esta tarde.

Pela terceira vez em quatro corridas já disputadas este ano a Monster Yamaha Tech 3 Team logrou colocar um piloto na primeira linha da grelha depois de Dovizioso ter disparado para o terceiro posto. Faltavam apenas oito minutos para o final quando Dovizioso animou os fãs da Tech 3 Yamaha ao rodar com a sua YZR-M1 em 1m33,979s, o que lhe valeu o bem merecido terceiro lugar da grelha a apenas 0,035s do Campeão do Mundo Casey Stoner, segundo.

O britânico Crutchlow também liderou a tabela de tempos nos momentos iniciais e esteve perto de assinar a terceira presença na primeira linha da grelha esta época após mais uma grande prestação na qualificação. Ele ocupava o oitavo posto quando um tempo de 1m34,178s o fez subir à primeira linha. Apesar dos melhores esforços do inglês não lhe terem permitido melhorar a marca, o piloto vai partir do meio da segunda linha, em quinto, com uma marca a apenas 0,2 de Dovizioso.

Andrea Dovizioso

“Estou mesmo contente por estar na primeira linha pela primeira vez com a Tech 3 e a Yamaha. Fizemos um grande trabalho todo o fim-de-semana. Fui rápido em todas as sessões e mesmo nas condições complicadas do início da qualificação estive muito competitivo e forte e os tempos surgiram de forma fácil. Estou particularmente contente por estar na primeira linha porque um pequeno problema fez com que não pudesse estar em pista nos últimos cinco minutos da sessão.”

Cal Crutchlow

“Não posso estar desapontado por me ter qualificado em quinto, mas penso que podia ter lutado pela pole se as coisas me tivessem corrido de feição. Cometi alguns erros nas minhas voltas rápidas no final e isso custou-me algum tempo. E não tínhamos a melhor afinação para a moto. Fizemos algumas alterações para a qualificação, mas com as condições de piso molhado no início não consegui ver se foram, ou não, uma melhoria. Não temos a certeza do que teremos pela frente em termos de tempo amanhã, mas estou contente com o trabalho levado a cabo hoje e estamos de novo muito perto da frente. Estou mesmo desejoso pela luta na corrida.”

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™