Lorenzo lidera Campeonato após corrida de mestre no molhado em Le Mans

france le mans motogp race lorenzo
Domingo, 20 Maio 2012

Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, recuperou a liderança do campeonato no Monster Energy Grand Prix de France depois de ter dominado a corrida disputada em condições traiçoeiras e de ter terminado à frente de Valentino Rossi, que registou o seu melhor resultado de sempre com a Ducati. Stoner foi terceiro.

Naquelas que foram claramente as piores condições climatéricas da época até ao momento, foi Dani Pedrosa, da Repsol Honda Team, quem fez a melhor partida, seguido pelo companheiro de equipa Casey Stoner. Mas a liderança da dupla foi curta, já que Lorenzo saltou para a frente e não tardou a isolar-se. Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3) também fez boa partida para ocupar o quarto posto, seguido de Rossi com a sua máquina da Ducati Team em quinto.

Mas a partida foi palco da primeira tristeza para os fãs da casa com Randy de Puniet (Power Electronics Aspar) a cair da moto na grelha e arrancar para a corrida desde a box com a segunda moto. Na frente, Rossi não tardou a passar Crutchlow para ocupar o quarto posto, com Dovizioso a seguir-se quase de imediato. Iván Silva (Avintia Blusens) via, enquanto isso, a corrida terminar mais cedo ao cair nos momentos iniciais.

Com Lorenzo a conseguir uma vantagem de três segundos, Stoner passou Pedrosa para ir atrás do rival no Campeonato. O espanhol deu mostras de estar a lutar com a pista molhada e Rossi tirou o melhor partido ao passar para terceiro a 21 voltas do final, seguindo-se de pois a ultrapassagem da dupla da Tech 3 que empurrou Pedrosa ainda mais para baixo na classificação.

Perto do final do pelotão, o companheiro de equipa de Lorenzo, Ben Spies, debatia-se com dificuldades e apanhou um susto no final da Curva 2, passando pouco depois pelas boxes. Karel Abraham (Cardion AB Racing) desistiu a 17 voltas do final, com o substituto de Colin Edwards na NGM Mobile Forward Racing, Chris Vermeulen, a também ir às boxes para trocar de capacete.

Com Lorenzo a manter a vantagem na casa dos três segundos sobre Stoner, a luta pelo terceiro posto tornava-se no centro das atenções com Crutchlow, Dovizioso e Rossi a fazerem emocionantes ultrapassagens em condições muito complicadas. A dez voltas do final Crutchlow perdia a frente da moto na primeira chicane, deixando os dois italianos na luta pela última posição do pódio, com Rossi a ir para terceiro duas curvas mais à frente. O britânico voltou à corrida em oitava. Enquanto isso, Lorenzo tinha dilatado a vantagem para seis segundos com Stoner a contar com quatro de margem sobre Rossi.

A cinco voltas do final Stoner foi um pouco travado por Yonny Hernandez (Avintia), o que permitiu a Rossi ficar a meio segundo do Campeão do Mundo. Duas voltas mais tarde Dovizioso protagonizava a segunda queda da equipa da casa quando rodava em quarto, enquanto Danilo Petrucci Came IodaRacing Project) desistiu por queda quando era 11º.

As últimas três voltas foram de gáudio para os fãs do MotoGP com os rivais de longa data Stoner e Rossi trocaram de posições algumas vezes. Contudo, foi Rossi quem levou a melhor ao bater Stoner na primeira chicane da última volta, momento após o qual se isolou o bastante para garantir o segundo posto. O italiano conseguiu assim o seu melhor resultado de sempre com a Ducati.

Contudo, a vitória foi de Lorenzo, que cruzou a meta com oito segundos de margem e saltou para a liderança do Campeonato à frente de Stoner, que foi terceiro. Pedrosa logrou o quarto posto, enquanto Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) garantiu o melhor resultado na categoria rainha com o quinto lugar, à frente do companheiro de equipa de Rossi, Nicky Hayden. Dovizioso, que conseguiu voltar à corrida após a queda, terminou em sétimo, à frente do companheiro de equipa Crutchlow, enquanto Héctor Barberá (Pramac Racing) e Álvaro Bautista (San Carlo Honda Gresini) completaram a lista dos dez primeiros. James Ellison (Paul Bird Motorsport) esteve em muito bom plano ao terminar como melhor CRT em 11º. De Puniet sofreu ainda mais um azar ao perder a frente da sua segunda mota perto do final e perante o público da casa.

TAGS France

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™