Hayden: "É um grande ano para mim"

hayden interview wrooom 2012
Terça, 10 Janeiro 2012

A época de 2012 teve início em grande com o Wrooom, em Madonna di Campiglio na terça-feira, onde Nicky Hayden e o companheiro de equipa Valentino Rossi estiveram presentes para discutirem a próxima campanha de MotoGP.

É a quarta presença do americano no evento desde que se juntou à Ducati em 2009, sendo sempre um entusiasmado participante em todos os eventos da semana, contudo, depois de ter terminado no pódio nas duas corridas no gelo do ano passado, desta feita Hayden verá a sua participação limitada à de espectador.

Hayden falou com o motogp.com sobre a sua recuperação desde que fracturou a escápula há duas semanas, dizendo: "Agora estou melhor, já não tenho o braço ao peito e posso começar a reabilitação. O objectivo é rodar na Malásia – falhei Valência e não quero falhar mais um teste."

Mantendo-se optimista após as dificuldades enfrentadas pela formação na época de 2011, Hayden continuou: "O ano de 2011 não correu como esperávamos; tentámos tudo, mas nunca conseguimos os resultados que merecíamos. Senti que estivemos perto no final do ano, mas não conseguimos concretizar. De todas as formas, aprendemos muito. Este ano o objectivo é fazer a moto trabalhar como queremos para estarmos mais consistentes em todas as corridas."

Reflectindo sobre as suas metas pessoais para esta época, o piloto de 30 anos admitiu sentir mais pressão: "É um grande ano para mim; é o ano de regresso às motos de 1000cc, com novas regras e montadas, pelo que tenho de apresentar uma boa temporada e mostrar o meu potencial; de certa forma, há muita pressão, mas estou desejoso por esta época e por dar o máximo."

O regresso às máquinas de 1000cc em 2012 é algo de excitante para Hayden, que rodou com a GP12 e afirmou que o motor é muito forte, se bem que a tecnologia mudou desde a última vez que pilotou a máquina mais leve de MotoGP em 2006, ano em que venceu o Campeonato do Mundo.

"Têm todas mais potência em baixa e as velocidades máximas serão mais elevadas, mas a electrónica mudou muito desde 2006, quem pensa que as motos vão patinar e queimar pneus desengana-se – isso acabou, não vai acontecer com estas motos – o que teremos de resolver são os cavalinhos e arranjar maneira de manter a moto no solo, especialmente em pistas onde a caixa de velocidades é muito mais curta. As motos serão mais leves e têm mais algumas coisas que me deverão favorecer," concluiu.

TAGS 2012

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™