Iannone vai rodar com chassis Speed Up em 2012

Moto2™ oferecido por
Quinta, 8 Março 2012

O italiano vai iniciar a época de 2012 com moto totalmente nova, com chassis e braço oscilante Speed Up recentemente testados no circuito de Vallelunga.

Muitos dos pilotos da Moto2™ trocaram para um chassis Kalex depois de Stefan Bradl ter triunfado na época passada, outros apostam na Suter e depois há alguns poucos pilotos, como Andrea Iannone que optou por usar um quadro modificado. O italiano e a sua equipa escolheram os novos quadro e braço oscilante da Speed Up para alinharem na época de 2012.

A equipa testou o novo protótipo recentemente no circuito de Vallelunga. “Fomos testar a nova moto para ver como funciona,” disse Iannone numa entrevista ao motogp.com. “Há muito trabalho árduo pela frente, foi essa a impressão geral. Esta moto tem bom potencial, mas será muito importante não dar nada como garantido. A moto ofereceu boas sensações, mas ainda tenho de adaptar o meu estilo de pilotagem.”

"Vamos testar em Jerez, mas infelizmente ainda há muito a fazer e não temos tempo para ir para a pista ante dos testes da IRTA no final de Março. Temos novos chassis e braço oscilante da Speed Up e talvez cheguemos a Jerez com nova carenagem. O braço oscilante será em fibra de carbono e o quadro é claramente um desenho inovador quando comparado com os outros."

"O moto deu boas sensações, pelo que decidimos correr com ela e também porque não se revelou pior que a FTR desde o primeiro momento. Daqui para a frente vamos estar com material igual, ou melhor. O potencial está lá, só tem de ser desenvolvido.”

Iannone é o terceiro piloto mais bem sucedido da categoria, com seis vitórias em seu nome, menos uma que as sete conseguidas por Toni Elias e Marc Márquez, mas o italiano está consciente do quão difícil é fazer previsões num Campeonato como o de Moto2:

"Agora vamos começar a época sem pensar no título. Queremos bons resultados. Continuei na Moto2 porque quero continuar a desfrutar das corridas e a somar resultados importantes. Ainda sou suficientemente jovem para decidir ficar mais um ano e tentar fazer melhor que em 2010 e 2011.”

Quanto aos seus rivais, o italiano disse: “Não vejo o Márquez atrás, seja em que caso for. A situação será outra vez difícil este ano, com muitos pilotos fortes e competitivos. Temos de contar muitos rivais todos os anos. Vamos ter de trabalhar bem e de forma constante. Nomear os meus três principais rivais? Três nomes não chega! Redding, Simón, Márquez, Smith, Luthi, Espagaró, Rabat... Todos eles são fortes e nunca se sabe como vai ser!”

Houve quem não esperasse ver Iannone na grelha de Moto2 este ano já que o piloto foi contactado por várias equipas de MotoGP no ano passado e um salto para a categoria rainha é uma possibilidade tentadora.

"Tive algumas oportunidades interessantes para ir para o MotoGP, especialmente da Pramac Ducati, mas neste momento estou contente por continuar na Moto2 e tenho um ano para pensar no assunto,” disse Iannone antes de terminar com uma previsão: “Vou correr no MotoGP em 2013 com uma moto como a Yamaha, Honda, ou Ducati? Isso será mais fácil de dizer com um título no bolso! O tempo o dirá!”

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™