Crutchlow continua em boa forma no Estoril

Sexta, 4 Maio 2012

O grande início de Cal Crutchlow no Campeonato do Mundo de MotoGP™ de 2012 teve continuidade de forma muito positiva esta tarde em Portugal, com o piloto da Monster Yamaha Tech 3 a terminar em terceiro na tabela de tempos combinados.

Com condições frescas, mas secas, durante a tarde de hoje Crutchlow apresentou mais uma excelente prestação na sequência dos dois quartos postos conseguidos no Qatar em Jerez. O antigo Campeão do Mundo de Supersport lutou por uma posição entre os três primeiros. Ele terminou com uma marca de 1m38,742s e foi, sem dificuldade, o melhor não oficial da tabela de tempos, a apenas 0,025s do piloto de fábrica da Yamaha Ben Spies.

As condições secas da tarde foram bem recebidas por Andrea Dovizioso, que se está a concentrar no aperfeiçoamento do seu estilo de pilotagem para se adaptar melhor à máquina da Monster Yamaha Tech 3. Ele testou um braço oscilante diferente esta tarde e terminou com um registo de 1m39,615s. Uma marca que o colocou em 10º na tabela de tempos combinados e o italiano acredita agora que pode rodar consistentemente mais rápido com outras modificações que fará na moto antes da terceira e última sessão de livres de amanhã e da qualificação.

Cal Crutchlow 3º 1m38,742s – 25 voltas:

"Estou contente com a forma como começámos este fim-de-semana. Esta manhã foi similar à primeira sessão de Jerez e não conseguimos aprender nada com a pista tão molhada em alguns pontos. Nunca mudámos os pneus desta manhã para a tarde e isso foi-nos muito positivo. Por esse motivo, estou muito contente com o ritmo que consegui estabelecer, especialmente porque sabemos que outros montaram pneus novos no final para serem um pouco mais rápidos. Estamos a concentrar o trabalho na afinação de corrida e ainda temos muito por onde o fazer. As primeiras duas corridas deram-me muita confiança e estou desejoso por dar continuidade a este bom início de fim-de-semana."

Andrea Dovizioso 10º 1m39,615s – 29 voltas:
 

"Testámos um braço oscilante diferente na segunda moto durante a minha última ida para a pista e quando fizemos esta alteração também trocámos o pneu traseiro, mas não atingiu a temperatura correcta. Tentámos ver se o problema era do braço oscilante, ou do pneus, mas por causa desta situação perdemos muito tempo e estou um pouco frustrado porque até essa altura estávamos perto do melhor tempo. É importante testar os componentes para melhorarmos e amanhã vamos estar numa melhor situação. Espero apenas que o tempo esteja bom para continuarmos o trabalho que começámos esta tarde."

Comunicado de imprensa Monster Yamaha Tech 3.

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™