Crutchlow extasiado com primeira linha da grelha

Sábado, 7 Abril 2012

O piloto da Monster Yamaha Tech 3 assinou o melhor resultado de qualificação de MotoGP™ da carreira no Qatar, com o companheiro de equipa Andrea Dovizioso a partir da segunda linha.

Cal Crutchlow, da Monster Yamaha Tech 3 Team, brilhou no Circuito Internacional de Losail com brilhante ritmo que o levou ao terceiro posto da grelha para a primeira corrida do novo Campeonato do Mundo de MotoGP de 1000cc.

O companheiro de equipa Andrea Dovizioso também contribuiu para a boa prestação da Yamaha na primeira qualificação da era das 1000cc, com o italiano a terminar em sexto. As quatro Yamaha YZR-M1 terminaram entre os seis primeiros.

Cal Crutchlow:
“Estou mesmo contente e penso que podemos ir mais confiantes para a corrida. Sabe muito bem estar na primeira linha com o Casey e o Jorge porque todos sabem o quão rápido eles são. Passou muito tempo para conseguir este resultado e é um prémio fantástico por todo o esforço do meu pessoal da Monster Yamaha Tech 3 durante o Inverno. Trabalharam muito para me ajudar a aprender a rodar no MotoGP e hoje foi o prémio. Estou contente com a minha prestação, mas o Jorge está de parabéns pelo fantástico trabalho que fez e pelo tempo apresentado. Mas sempre soube o que podia fazer assim que montássemos os pneus macios e pensei que podia atacar a frente. O ponto positivo além da minha estreia na primeira linha do MootGP é o meu ritmo de corrida estar bom o bastante para terminar nos seis primeiros, o que continua a ser a nossa meta. Estamos a tirar o máximo do nosso conjunto Monster Yamaha Tech 3 e amanhã à noite vou dar o meu máximo. Diria que por volta estou a três ou quatro décimos do ritmo de que o Casey e o Stoner são capazes, mas isto é muito melhor que no ano passado.”

Andrea Dovizioso:
“Hoje não correu tão bem quanto o esperado, mas faz parte do processo de aprendizagem que temos de levar a cabo para melhorar no futuro. Não estou desapontado por terminar em sexto, mas peso que tivemos algum azar hoje. Tinha pouca experiência com a moto nos cruciais minutos finais da qualificação e temos de compreender melhor. Mas é normal e sabemos que vamos conseguir. Fizemos uma modificação à moto face a ontem e infelizmente não melhorámos como esperado, particularmente com os pneus macios. Estou certo para a corrida estaremos um pouco mais rápidos ao usarmos a afinação de ontem. Ainda estou muito optimista por causa do meu ritmo de corrida com pneus duros, que não está muito longe do do Lorenzo, mas é vital começar o mais perto da frente possível porque penso que os pneus vão perder aderência rapidamente. O mais importante será rodar de forma suave para poupar s pneus e depois veremos o que acontece no final da corrida.”

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™