Márquez triunfa em dramática corrida no Dutch TT

Moto2™ oferecido por
Sábado, 30 Junho 2012

Marc Márquez, da CatalunyaCaixa Repsol, foi quem levou a melhor na acidentada corrida de Moto2™ do Iveco TT Assen após árdua batalha, levando a melhor sobre Andrea Iannone e Scott Redding.

Dominique Aegerter, da It was Technomag-CIP, e Andrea Iannone, da Speed Master, foram os pilotos que partiram melhor, mas o drama foi muito à partida com o piloto da Thai Honda PTT Gresini Moto2, Ratthapark Wilairot, e Tom Lüthi a coliderem na primeira volta, o que deixou o suíço fora da corrida. Contudo, ainda mais estava para vir, com o Pol Espargaró (Pons 40 HP Tuenti), que tinha marcado o ritmo ao longo do fim-de-semana, a cair ao perder a traseira da moto quando liderava. Tando Lüthi como Espargaró saíram ilesos dos incidentes, enquanto Wilairot logrou voltar à corrida.

Ao cabo de três voltas Iannone liderava a corrida, seguido de Aegerter, Scott Redding (Marc VDS Racing Team) e Márquez. A 18 voltas do final Redding saltou para a segunda posição para pressionar Iannone, que se mostrava confortável na frente. Márquez, que parecia estar a ser travado por Aegerter, passou o suíço para ir atrás dos dois primeiros. Enquanto isso, a equipa Pons era de novo tocada pelo azar com Axel Pons a ir também ao chão.

A 14 voltas do final Iannone contava já com três segundos de vantagem na frente enquanto Márquez e Redding levavam a cabo animada disputa pelo segundo posto. Por esta altura o companheiro de equipa de Espargaró, Esteve Rabat, juntava-se ao grupo perseguidor, em quinto e à frente de Corsi, que perdeu a secção traseira da sua montada nos momentos iniciais. Rabat passou depois Redding a 11 voltas do final para assumir o terceiro posto, dando desde logo início à recuperação de terreno face ao compatriota Márquez. Enquanto isto, Alex de Angelis (NGM Mobile Forward Racing) subia na classificação levando o chassis FTR ao quarto posto.

Uma volta volvida Corsi sofreu queda, o que colocou ponto final ao que até então tinha sido uma boa corrida por parte do italiano, enquanto Damian Cudlin (Desguaces La Torre SAG) desistia com problema mecânico. A seis voltas do final Márquez tinha já reduzido bastante a diferença para Iannone e parecia estar a apanhar o italiano rapidamente. Na mesma volta Redding reencontrou bom ritmo e passou Rabat para ocupar a terceira posição.

A três voltas do final teve início a luta na frente, com Márquez a fazer a primeira ultrapassagem, mas Iannone respondeu de imediato. Uma passagem pela linha de meta mais tarde o espanhol repetiu a manobra, com o italiano a responder da mesma forma. Os dois lutaram de forma muito renhida até entrarem para a última volta, com Márquez a assumir a liderança no exterior da Curva 1. Iannone deu luta, mas não conseguiu manter a primeira posição ao alargar a trajectória depois dos dois quase se tocarem.

No final acabou por ser Márquez a assinar o terceiro triunfo da época, com Iannone em segundo e Redding a fechar o pódio. Márquez lidera agora o Campeonato com Iannone em segundo. Enquanto isso, Redding estreou-se a somar pódios consecutivos na sua carreira de Grandes Prémios. Atrás dos três primeiros ficaram Rabat, De Angelis, Bradley Smith (Tech 3 Racing), Aegerter, Johann Zarco (JiR Moto2), Toni Elías (Mapfre Aspar Team) e o companheiro de equipa de Redding, Mika Kallio, que fechou o Top 10.

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™