Mau tempo prejudica Miguel Oliveira

Domingo, 8 Julho 2012

A visita do jovem da Estrella Galicia 0,0 a Sachsenring para o eni Motorrad Grande Prémio da Alemanha foi dificultada pelo tempo incerto que se fez sentir no traçado alemão.

Depois de uma qualificação disputada sob chuva, em que o jovem português não conseguiu encontrar boas sensações aos comandos da sua Suter-Honda, a corrida de hoje não se podia ter disputado em condições mais complicadas.

A forte chuva que se abateu sobre o traçado momentos antes da corrida de Moto3 obrigou ao atraso da partida em meia-hora e quando o início teve lugar os pilotos ainda sentiam a chuva cair. Contudo, sensivelmente a meio da corrida a chuva parou e a pista acabou depois por secar, o que tornou tudo ainda mais difícil devido ao mais rápido desgaste das borrachas de piso molhado.

O piloto de Almada, ainda assim, fez uma grande partida para saltar da 31ª posição da grelha para o 25º posto na primeira volta e dar então início a animados despiques. Trocando de posições várias vezes, Miguel Oliveira acabou por conseguir terminar a corrida na 19ª posição após intensa batalha com o companheiro de equipa Alex Rins, que terminou a cerca de um décimo de distância.

“Foi uma corrida muito complicada. Desde ontem que não me sentia cómodo com a moto no molhado e hoje não foi diferente. Foi uma lástima; de manhã no warm up senti-me muito confortável com a moto e parecia que a corrida ia ser no seco,” adiantou Miguel Oliveira. “Mas afinal as condições foram as que se viram e tivemos de correr com chuva.”

“Partimos muito de trás na grelha, pelo que a estratégia era clara: largar bem e recuperar posições. Tínhamos ritmo para estar entre os três primeiros, mas mudou tudo com a chuva. O objectivo passou de ser ofensivo para conservador já que o mais importante era terminar a corrida.”

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™