Pilotos de MotoGP™ reagem a desistência de Stoner na conferência de imprensa de Brno

Quinta, 23 Agosto 2012

O líder do Campeonato Jorge Lorenzo juntou-se ao rival na corrida ao ceptro Dani Pedrosa, Andrea Dovizioso, Karel Abraham e Yonny Hernandez na conferência de imprensa desta quinta-feira que marca o início do bwin Grande Prémio da República Checa, prova da qual o lesionado Casey Stoner se retirou hoje por motivos médicos.

Lorenzo, que actualmente lidera a classificação com 18 pontos de vantagem, afirmou que, apesar das notícias de Stoner o poderem ajudar em termos competitivos, isso não significa que sejam bem-vindas: “A desistência do Casey desta corrida e das próximas duas ou três é uma notícia muito má para o Campeonato. Também não é bom o Nicky [Hayden] e o Héctor [Barberá] não estarem na corrida no domingo. Desejo aos três rápida recuperação, especialmente ao Casey uma vez que é um rival muito forte para mim e para o Dani, pelo que em ele as corridas não serão o mesmo. É certo que vai ser mais fácil para vencermos corridas porque o Casey está sempre lá; ele é muito rápido e muito competitivo.”

Sobre Brno o espanhol disse: “É uma pista muito diferente – muito mais larga, o asfalto é diferente, pelo que estou certo que as minhas sensações na moto também o serão. Mas é claro que vai voltar a ser difícil, especialmente com o Dani, mas penso que podemos estar mais competitivos que em Indianápolis.”

Pedrosa, da Repsol Honda Team, o mais directo rival de Lorenzo, também se revelou triste com a perda do companheiro de equipa durante algum tempo: “É claro que são más notícias, especialmente para a equipa e para mim. O Casey e eu puxamos sempre muito um pelo outro em todas as sessões. Estando sozinho na equipa tenho de dar tudo o que posso. Brno é uma pista de que gosto. No ano passado cometi um erro, mas estou contente por estar aqui e espero que tudo corra bem.”

Dovizioso, da Monster Yamaha Tech 3, que foi ontem confirmado como substituto de Valentino Rossi na Ducati Team, está a colocar esses pensamentos de lado por enquanto, mantendo-se totalmente concentrado no trabalho que tem pela frente. De todas as formas, o piloto também está desapontado com as novidades de Stoner: “Não é bom conseguir resultados desta forma e é sempre mau ver um piloto cair e ficar lesionado, pelo que é mesmo desagradável. O Casey é muito rápido e pode lutar pelo Campeonato. Sim, tenho mais possibilidades de lutar pelo terceiro lugar, mas neste momento estou concentrado em obter um resultado. Estou muito confiante na equipa e a moto está sempre a melhorar.”

Abraham, da Cardion AB, que teve difícil temporada até ao momento, disse: “Agora estou mesmo totalmente apto, mas foi mesmo uma má época. Contudo, as últimas corridas na América foram boas e conseguimos muitos pontos, o que foi bom para nós. Não penso que o Campeonato possa ser bom no final porque perdemos muitas corridas, mas vou claramente dar o máximo para conseguir bons resultados, o que será importante para mim e para a equipa em termos psicológicos.”

Hérnandez, da Avintia Blusens, que foi o melhor piloto CRT na última prova, vai tentar continuar com o mesmo nível de prestação no GP checo: “Vou fazer tudo para puxar forte nas próximas corridas e conseguir um bom resultado como em Indianápolis. Conheço a pista, mas no ano passado não tive sorte porque parti a mão e a perna, mas vou tentar fazer uma boa corrida este ano.”

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™