Preziosi: Novo motor Ducati pronto para Laguna Seca

preziosi press conference
Segunda, 7 Maio 2012

Numa conferência de imprensa levada a cabo no teste cancelado do Estoril, Filipo Preziosi, Director Geral e Técnico da Ducati Corse, revelou o plano de testes da equipa em busca de melhor comportamento do motor e afirmou que Laguna Seca deverá assistir a grandes alterações na Desmosedici.

Comentando o sétimo posto de Valentino Rossi no Grande Prémio de Portugal Circuito Estoril no passado fim-de-semana, ele disse: “Penso que o resultado de ontem tem por base, principalmente, os pequenos passos dados entre cada uma das sessões de treinos, mantendo a mesma afinação básica da moto e tentando apenas resolver os pequenos problemas que surgem treino a treino. É claro que o resultado é melhor que antes, mas não está ao nível que esperamos, pelo que temos de reduzir a diferença.”

Os dois pilotos Ducati deixaram claro que o motor Ducati está a produzir muito mais potência, o que é, de facto, um problema quando se tenta encontrar o melhor comportamento da moto. Prezioso sublinha os planos da Ducati para ultrapassar a questão: “Estamos a trabalhar para melhorar a pilotagem. Um desses pontos é um motor com mais binário em regimes baixos e menos potência nos regimes altos. Normalmente, neste tipo de motor dá melhor pilotagem. O motor que temos agora tem muito binário mesmo nas baixas rotações e não temos mais porque o binário é mais aquele que o chassis consegue usar. Por esse motivo, há um ponto de interrogação ao qual só os pilotos podem responder – se faz sentido aumentar o binário e reduzir a potência, mesmo com este tipo de motor? Por isso estamos muito interessados em testar este motor para termos esta pergunta respondida.”

Ele explicou como as características do novo motor devem ajudar os pilotos em pista: “Acreditamos que o comportamento do motor vai ajudar quando se está na inclinação máxima e se abre o acelerador. Ter uma resposta mais macia pode ajudar a evitar isso, quando se está na inclinação máxima, o pneu começa a patinar e a moto começa a subvirar. Mas estamos a fazer outras coisas no chassis para reduzirmos a subviragem.”

Com o teste pós-corrida do Estoril cancelado por questões de segurança devido às adversas condições da pista, o tempo é crucial para a formação italiana. “Penso que em Laguna Seca teremos o pacote completo. Temos coisas diferentes que pensamos que sejam boas, pelo que estamos optimistas quanto aos nossos três testes em Mugello em Maio, Junho e Julho. Vamos testar este pacote e devemos estar prontos para Laguna. O plano é testar com o Valentino em Maio e com o Nicky em Maio, Junho e Julho. Em Julho será um teste pós corrida e em Maio e Junho testes privados. O primeiro teste em Le Mans. Infelizmente não podemos testar hoje. Se os pilotos estiverem contentes com as alterações estamos prontos para fornecer o terceiro motor para Silverstone com essa especificação.”

Contudo, nem todas as actualizações previstas por Preziosi e equipa estarão prontos o primeiro teste. “Neste primeiro teste em Mugello vamos começar a testar algo, mas já outras coisas que só chegarão em Junho e Julho. Na corrida de Mugello não vamos ter o pacote completo porque a parte do motor está relacionada com a sua utilização. A ideia é selar o terceiro motor em Silverstone e o quarto em Laguna, de acordo com a quilometragem, pelo que não teremos o pacote completo em Mugello. Isto é pena porque o Valentino gosta muito da corrida e estamos em casa.”

E apesar do lento início de época, Preziosi deposita toda a confiança em Rossi e no seu Chefe de Equipa Jeremy Burgess: “É claro que este desafio está a ser levado a cabo porque queremos construir uma moto para o Valentino, e também porque acreditamos que uma moto de que ele goste é uma boa moto para todos os pilotos. Estamos a seguir a direcção sugerida por ele. É claro que estamos a tentar fazer isso da melhor forma, o que neste momento não chega para sermos mais rápidos que a Honda. Mas estou certo que vamos tentar na direcção que o Valentino nos mostra. Damos total liberdade ao Jeremy para definir com o Valentino qual a melhor afinação. Por isso, enquanto Ducati, a nossa tarefa é fornecer o material e acreditamos que o chefe de equipa é muito importante na box. A forma de trabalho é colocar a pessoa certa na posição certa e permitir que essa pessoa faça o que julga ser o melhor. Podemos apresentar as nossas ideias, mas a decisão final, dia a dia, treino a treino, é tomada pelo Jeremy após conversa com o Valentino.”

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™