Stoner soma mais um pódio e Pedrosa foi quarto

Domingo, 20 Maio 2012

O Grande Prémio de France deste domingo viu Casey Stoner assinar o quarto pódio da época e o 19º consecutivo no MotoGP, enquanto o companheiro de equipa Dani Pedrosa foi quarto no frio e escorregadio traçado de Le Mans, uma vez mais a revelar-se como um grande desafio para todos os pilotos.

A corrida de 28 voltas que começou com chuva acabou por terminar com uma linha seca e o Campeão do Mundo australiano a cruzar a meta em terceiro após emocionante batalha com Valentino Rossi na qual o italiano levou a melhor sobre Stoner na última volta. O australiano ocupa agora a segunda posição no Campeonato com 81 pontos, menos oito que Jorge Lorenzo.

 

Dani Pedrosa, que partiu da pole, falhou o pódio pela primeira vez esta temporada. Ele perdeu contacto com o grupo da frente nas primeiras voltas e fez uma corrida a solo, ainda assim conseguiu manter a concentração e somar importantes pontos para o Campeonato, onde mantém a terceira posição.

Casey Stoner

"Fiquei muito contente por ter mantido uma posição no pódio hoje. Nos momentos iniciais o Cal, o Valentino e o Dovi estavam atrás de mim a pressionar-me muito, mas consegui alguma vantagem sobre eles enquanto tentei ir atrás do Jorge. Depois, assim que a chuva parou e a pista ficou menos molhada, a temperatura dos pneus ficou muito elevada e começaram a patinar; não havia nada que pudesse fazer. Pensei que ia ser apanhado pelos três e talvez mesmo ultrapassado, mas consegui manter o terceiro posto. Gostei da luta com o Valentino no final, houve ultrapassagens limpas e trocámos de posições algumas vezes, mas no final sabia que o Valentino tinha um ritmo melhor e depois de me ter ultrapassado não houve como continuar com ele. Fizemos tudo o que podíamos hoje e terminar no pódio é um bom resultado.”

Dani Pedrosa

"Não tinha tracção à saída das curvas, especialmente em primeira e segunda velocidades, e não consegui avançar. Fizemos algumas alterações à configuração da moto depois do warm up na esperança de a melhorar um pouco, mas no final de contas foi ao contrário. São coisas que acontecem. Na corrida vi logo que não era o meu dia, não era dia para correr riscos e o importante era chegar ao final na melhor posição. Tive sorte, após as quedas das duas Yamaha da Tech 3 terminei em quarto. As corridas à chuva podem ser assim e hoje não era o nosso dia. Perdi muitos pontos para o Lorenzo, mas o Campeonato é muito longo e terei o meu momento. Esta corrida já está e agora temos de pensar na Catalunha. Estou mesmo desejoso por lá ir, é um circuito que me motiva muito e terei lá toda a minha família e amigos. A equipa está a trabalhar muito bem, temos boa moto e fomos rápidos em todas as corridas, mas temos de estar determinados. Veremos se serei capaz de ser um pouco mais rápido e conquistar a primeira vitória do ano na Catalunha.”

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™