Pedrosa triunfa em Aragão de forma dominadora

Domingo, 30 Setembro 2012

Numa emocionante corrida no Grande Prémio Iveco de Aragão, Dani Pedrosa, da Repsol Honda Team, triunfou de forma dominadora em casa batendo Jorge Lorenzo e Andrea Dovizioso.

Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, partiu melhor e ficou à frente de Pedrosa, com Ben Spies, da Yamaha, logo atrás. As primeiras duas voltas não foram boas para a Ducati Team, com Valentino Rossi a tocar na rodar traseira de Jonathan Rea (Repsol Honda Team), o que obrigou o italiano a uma incursão por fora de pista. Pouco depois Nicky Hayden sofreu grande acidente, sendo projectado violentamente por cima das placas de publicidade na Curva 16 depois de não conseguir travar. Ele recebeu assistência médica imediata e o centro médico não tardou a divulgar que o piloto estava bem. Ainda assim, o americano tem de usar um colar cervical no pescoço e será alvo de mais exames de diagnóstico.

Na quarta volta Pedrosa aproximou-se da roda traseira de Lorenzo enquanto David Salom (Avintia Blusens) desistiu da corrida. Entretanto, Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) passou Spies para chegar a terceiro, mas caiu umas curvas mais frente ao perder a frente quando puxava forte. Isto fez com que a dupla da Monster Yamaha Tech 3, Cal Crutchlow e Andrea Dovizioso, fossem atrás do americano para lutarem por uma posição no pódio. Pedrosa teve de esperar até à sétima volta para passar Lorenzo, assumindo a liderança pela primeira vez.

Na nona volta Lorenzo apanhou um susto, dando mais vantagem a Pedrosa na frente enquanto Rossi recuperava terreno. A 13 voltas do final Crutchlow alargou a trajectória à entrada na recta da meta, o que permitiu a Dovizioso chegar a quarto. Seis voltas mais tarde Pedrosa contava com uma margem de quatro segundos na frente, com Dovizioso a passar Spies e Crutchlow a tentar fazer o mesmo por dentro, mas sem resultados.

Contudo, o britânico não desistiu e a cinco voltas do final passou o americano para ir logo atrás do companheiro de equipa italiano. Ao mesmo tempo desenrolava-se animada batalha pela 13ª posição, entre James Ellison (Paul Bird Motorsport) e Yonny Hernandez (Avintia). Uma volta mais tarde Rossi voltou a ter azar ao alargar a trajectória e entrar na gravilha, ainda assim conseguiu manter o oitavo posto.

A dupla da Tech 3 protagonizou emocionantes últimas voltas a lutar pela última posição do pódio, com o britânico a tentar tudo para passar. Com várias manobras corajosas e muitos toques entre os dois, Crutchlow bem se esforçou, mas o italiano defendeu-se bem.

No final foi Pedrosa quem cruzou a meta primeiro, com seis segundos de vantagem sobre Lorenzo, enquanto Dovizioso assinou o sexto pódio da época. Pedrosa reduziu a diferença para Lorenzo no campeonato para 33 pontos. Crutchlow foi quarto, com Álvaro Bautista (San Carlo Honda Gresini), Rea, Rossi, e Karel Abraham (Cardion AB Racing) a completarem a lista dos nove primeiros, enquanto Alexi Espargaró (Power Electronics Aspar) foi o melhor CRT com o décimo posto.

TAGS Aragon

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™