Pedrosa com ritmo alucinante na segunda sessão de livres em Indy

Sexta, 17 Agosto 2012

Dani Pedrosa, da Repsol Honda Team, foi o mais rápido do primeiro dia de livres do Red Bull Grande Prémio de Indianápolis ao rodar num ritmo impressionante na segunda sessão de treinos para bater Ben Spies e Jorge Lorenzo.

A marca soberba de Pedrosa no segundo 37 foi o bastante para relegar Spies, da Yamaha Factory Racing, para o segundo posto, isto depois do americano ter rodado muito bem em casa. O seu companheiro de equipa Lorenzo foi terceiro, mas abortou a última volta rápida, o que não permitiu ter uma ideia clara do ritmo do espanhol.

O quarto lugar ficou a cargo de Andrea Dovizioso (Monster Yamaha Tech 3), que ficou muito perto de Lorenzo com a sua moto satélite. A melhor volta de Casey Stoner levou-o a terminar o dia em quinto, apesar do piloto da Repsol Honda parecer ter tido problemas na suspensão traseira durante a sessão, pelo que rodou com a segunda moto nos últimos cinco minutos.

Cal Crutchlow foi sexto com a Monster Yamaha Tech 3, mas isto depois de deixar para o final do treino a assinatura da sua melhor marca. Em sétimo ficou Álvaro Bautista (San Carlo Honda Gresini), a mais de 1,2s do tempo fixado pelos homens da fábrica Honda, que irão tentar melhorar a sua prestação amanhã.

O oitavo posto ficou para o piloto satélite da Honda Stefan Bradl, que está na pista de Indianápolis pela primeira vez com a sua máquina LCR Honda MotoGP. Os homens da Ducati Team Nicky Hayden e Valentino Rossi completaram o Top10, depois de uma sessão desapontante para a marca italiana.

A melhor CRT foi a de Randy de Puniet (Power Electronics Aspar). Este fim-de-semana a grelha das CRT também recebe os wildcards da GPTech Aaron Yates e da Attack Performance Steve Rapp. Rapp acabou, contudo por não sair para a pista na sessão da tarde, devido a problemas com a mota.

A maioria dos pilotos começou a sessão com pneus traseiros macios, mas acabou por mudar para componentes duros devido ao aumento da temperatura da pista. A melhor volta de Pedrosa foi fixada com pneu traseiro duro, a sete voltas do final da sessão.

Toni Elías correu pela Pramac Racing Team na sessão da tarde, depois da grande queda desta manhã de Héctor Barberá. Barberá, que caiu na última curva, fracturou as vertebras 5,6,e 8, lesões que o irão afastar da corrida deste fim-de-semana. Ele está agora no Hospital Methodist de Indianápolis, onde irá permanecer esta noite em observação.

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™