Stoner impõe-se em atribulada primeira sessão de livres em Indy

Sexta, 17 Agosto 2012

Casey Stoner, da Repsol Honda Team, foi quem melhor iniciou o trabalho com vista à 11ª jornada do MotoGP™ ao liderar a primeira sessão de livres do Red Bull Grande Prémio de Indianápolis, à frente de Dani Pedrosa e Nicky Hayden.

A maioria dos pilotos começou por ir para a pista com alguma cautela dada a existência de zonas molhadas, contudo, ao cabo de dez minutos, já todos estava em pista a dar as primeiras voltas ao ‘Brickyard’. Stoner foi quem marcou o ritmo com uma marca de 1m41,925s batendo Pedrosa por escassa margem apesar de também o espanhol se ter apresentado em boa força. Nicky Hayden, da Ducati Team, levou a Desmosedici ao terceiro posto naquela que é a segunda corrida em casa.

O compatriota Ben Spies (Yamaha Factory Racing) foi quarto perante o público da casa, terminando à frente de Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP), que ficou a mais de um segundo de Stoner. Álvaro Baustista, sexto, espera resolver os problemas de aderência frontal que tem sentido. Cal Crutchlow, da Monster Yamaha Tech 3, foi sétimo apesar de ter sofrido queda no início da sessão. O britânico saiu ileso do contratempo e voltou ao trabalho com a segunda moto.

O líder da classificação e piloto Yamaha Jorge Lorenzo teve um treino pouco brilhante, terminando num pouco característico oitavo posto. Ele passou os minutos finais da sessão na garagem, dando a entender que não estava satisfeito com a afinação da moto. Valentino Rossi, da Ducati, terminou a manhã em nono, enquanto Héctor Barberá, da Pramac Racing Team, fechou a lista dos dez primeiros. Barberá, que está a rodar apenas 27 dias depois de ter fractura a perna direita, foi cuspido da moto o que levou a apresentação de bandeira vermelha durante alguns momentos. Ele foi levado de imediato para o centro médico onde foi examinado a dores no peito e costas, em particular nas vértebras que tinha danificado com gravidade no acidente que sofreu no Japão em 2008. Ele foi transportado para o Hospital Metodista de Indianápolis para mais exames.

Os wild cards CRT Steve Rapp, da Attack Performance, e Aaron Yates, da GPTech, foram 20º e 23º, respectivamente, enquanto o melhor piloto CRT foi Yonny Hérnandez, da Avintia Blusens.

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™