Cortese na pole em dramática qualificação em Indianápolis

Sábado, 18 Agosto 2012

Sandro Cortese, da Red Bull KTM Ajo, deu continuidade ao bom momento de forma na atribulada qualificação para o Red Bull Grande Prémio de Indianápolis e assinou fantástica pole position à frente de Danny Kent e Maverick Viñales.

A sessão começou mal para Héctor Faubel, da Mapfre Aspar Team Moto3, que sofreu enorme queda na última curva, sendo cuspido da moto pela frente. A qualificação foi interrompida com bandeira vermelha durante cerca de dez minutos enquanto Faubel foi levado para o centro médico, onde não lhe foi diagnosticada nenhuma lesão. Ainda assim, ele foi transportado para o Hospital Metodista de Indianápolis para mais exames dadas as dores de que se queixou.

Assim que a acção foi reatada Cortese apresentou um tempo de 1m48,545s para se colocar na frente para a corrida de amanhã. A seu lado partirá o seu companheiro de equipa Kent, que deverá estar frustrado por ter perdido a pole por escassa margem. Viñales, da Blusens Avintia, completa a primeira linha depois de ter apanhado tráfego na sua última volta.

A segunda linha é liderada por Luis Salom (RW Racing GP), com o quinto lugar a cargo de Zulfahmi Khairuddin (AirAsia-SIC-Ajo). O sexto posto ficou a cargo de Alex Rins (Estrella Galicia 0,0), que não conseguiu repetir a prestação dos livres. Efrén Vázques (JHK Laglisse) terminou a qualificação em sétimo depois de ter abortado a última volta rápida nos segundos finais da qualificação. A seu lado, em oitavo, estará Romano Fenati (Team Italia FMI) que apresentou sólida prestação, enquanto o nono posto foi rubricado por Alberto Moncayo (Andalucia JHK Laglisse).

Enquanto isso, Miguel Oliveira, da Estrella Galicia 0,0, sofreu queda a meio da sessão, mas voltou de imediato à pista. O jovem português ainda chegou a ocupar o sétimo posto, mas nos momentos finais viu-se relegado para a 11ª posição.

A sessão foi marcada por vários acidentes, com Jack Miller (Caretta Technology) a sofrer azarada queda pouco depois do re-início da sessão e acabou por levar consigo Adrián Martín (JHK Laglisse). O espanhol voltou ao trabalho, mas Miller fracturou a clavícula esquerda pela segunda vez esta época.

A apenas dez minutos do final Niccolò Antonelli (San Carlo Gresini Moto3) também caiu, na Curva 11, mas voltou a pegar na moto para regressar às boxes. Pouco depois foi a ver de Danny Webb (Mahindra Racing), cuspido da moto na Curva 4 e que o deixou com dores no braço e pulso. Alex Márquez (Ambrogio Next Racing) sofreu três quedas ao longo da sessão, com a última a ser muito aparatosa e a dar origem a nova bandeira vermelha a 23 segundos do final. Márquez também foi ao centro médico devido às dores no pé.

A bandeira vermelha colocou ponto final na última volta lançada de muitos pilotos, com Vázquez a rodar em ritmo para a pole.

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™