Tech 3 Yamaha celebra duplo Top 5 na América

Domingo, 29 Julho 2012

A Monster Yamaha Tech 3 Team vai para a merecida paragem de Verão muito motivada depois de Andrea Dovizioso e Cal Crutchlow terem efectuado fantástica corrida para terminarem nos cinco primeiros esta tarde no Grande Prémio dos Estados Unidos em Laguna Seca.

Dovizioso fez uma das suas fantásticas partidas canhão para roubar rapidamente o quinto posto a Crutchlow na entrada para a apertada primeira curva. O italiano não tardou depois a encontrar ritmo rápido e consistente sob o sol californiano e perante os 52.677 espectadores presentes para atacar Ben Spies, da Factory Yamaha. Spies precisou de fazer uso de todo o seu conhecimento do traçado para manter Dovizioso atrás de si.

Mas uma queda por parte do americano à saída da espectacular secção da Saca-rolhas na 22ª volta colocou Dovizioso em quarto. Mas o italiano nunca teve a oportunidade de relaxar, já que o determinado Crutchlow se manteve colado a ele desde a primeira volta. O britânico não podia ter feito mais ao tentar chegar a quarto, mas Dovizioso voltou a responder de forma brilhante sob pressão.

Andrea Dovizioso

“Teria sido bom manter a sequência de pódios com uma quarta corrida consecutiva, mas temos de ficar muito satisfeitos com o resultado de hoje porque foi o melhor que era possível tendo em conta o ritmo dos três primeiros durante todo o fim-de-semana. O Ben estava a fazer uma corrida fantástica e tem todo o crédito porque não estava nas melhores condições físicas. Foi uma grande pena ter caído porque no final da corrida estou certo que teríamos tido uma grande batalha. Não foi fácil manter-me com ele e dei mesmo o máximo, mas quando o Ellison caiu a pista ficou com muita terra e perdi tempo ao tocar nela. É um resultado positivo e este período atarefado no Mundial foi muito bem sucedido, mas temos de admitir que a diferença para os três primeiros foi muito grande.”

Cal Crutchlow

“Estou muito contente com mais um sólido resultado entre os cinco primeiros e isso foi uma grande melhoria face ao ano passado, em que lutei muito nesta pista. Estive nos seis primeiros durante todo o fim-de-semana, pelo que terminar em quinto e ter mais uma grande lutar com o Andrea é bom para o Campeonato. Ele tem todo o crédito uma vez mais porque não cometeu qualquer erro e não parecia que não importava o quanto o pressionava; ele manteve a calma e não cometeu um erro que me desse a oportunidade de passar. Qualquer ultrapassagem seria uma manobra desesperada e não ia arriscar colocar-nos aos dois fora da corrida numa jornada tão importante para a Yamaha e para a Monster. Foi uma grande primeira metade da época para mim. Terminei todas as dez corridas e isso é a consistência que procurava.”

Comunicado de imprensa Monster Yamaha Tech 3.

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™