Lorenzo volta a tentar a vitória desde segundo na grelha

Aragon 2013 Yamaha Q2 Review
Sábado, 28 Setembro 2013

Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, garantiu a segunda posição da grelha para o Grande Prémio Iveco de Aragão de domingo após intensa luta na Q2 no circuito MotorLand Aragón.

 

O Campeão do Mundo foi o primeiro a assinar um tempo rápido na segunda sessão e qualificação, parando o cronómetro em 1m48,241s e marcando o ritmo inicial na frente. Ele ainda melhorou a marca para 1m48,201s antes de ser batido por Stefan Bradl a nove minutos do final; Lorenzo voltou então à box para montar novo pneu traseiro.
 
O espanhol regressou depois à pista a cinco minutos do final e tornou-se num dos principais protagonistas numa renhida luta pela pole com vários pilotos a apresentarem voltas canhão e a baixarem o tempo para o segundo 47. Lorenzo perdeu depois a pole provisória para Marc Márquez por apenas 0,01s.
 
“Sabia que tinha feito uma volta muito boa e esperava ficar em primeiro, mas sabia que os outros pilotos iam ficar muito próximos, ou mesmo à minha frente,” afirmou Lorenzo na tarde de sábado. “Acabei por perder a pole por um centésimo de segundo. Uma coisa é fazer uma volta rápida, outra é fazer voltas rápidas durante toda a corrida. No último treino antes da qualificação encontrámos algo extra para o ritmo, pelo que estamos mais fortes numa volta e também no que toca ao ritmo de corrida. Se o tempo se mantiver seco será uma boa corrida.”
 
Entretanto, o colega de equipa de Lorenzo, Valentino Rossi, garantiu o quarto posto da grelha a apenas 0,158s da pole.
 
O nove vezes Campeão do Mundo rodou em 1m48,415s no início da Q2, melhorando depois para 1m48,366s. Rossi voltou depois às boxes para montar borrachas novas e regressar à pista a cinco minutos do final. As melhorias continuaram, com o italiano a ameaçar a pole em todos os intermédios e terminando com uma marca de 1m48,962s, o que lhe valeu a quarta posição a apenas 0,005s de Dani Pedrosa, terceiro.
 
O transalpino disse: “Tenho boas sensações e melhorei muito o meu ritmo e também a travagem. Também melhorámos a aderência traseira. Estou muito contente porque foi uma grande qualificação para mim e diverti-me muito. O nível estava muito elevado e ficámos apenas a um décimo da pole, pelo que estamos todos juntos.”
 
Ele acrescentou: “Temos de ver as condições climatéricas de amanhã; hoje ajudaram-nos. Com temperatura um bom mais baixa somos mais competitivos com a Yamaha. O meu ritmo é muito semelhante ao do Jorge, do Márquez e do Pedrosa, mas sabemos que eles são rápidos por isso, para tentar ficar com eles vou ter de voltar a melhorar amanhã.”
TAGS Aragon

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™