Crutchlow: "Tenho de trabalhar nas minhas partidas"

Crutchlow: ‘I must work on my starts’
Terça, 22 Outubro 2013

Cal Crutchlow acredita que podia ter terminado no pódio no Grande Prémio da Austrália, onde levou a cabo uma melhor saída da grelha de partida.

 

O piloto da Monster Yamaha Tech3 partiu do sexto posto da grelha em Phillip Island mas acabou por falhar o pódio para Valentino Rossi, da Yamaha Factory Racing, por pouco mais de um décimo de segundo.
 
“Foi uma pena não ter terminado no pódio, mas para ser franco só lá teria chegado por causa do que aconteceu com o Marc (Márquez),” começou por explicar Crutchlow. “Mas estou contente porque rodei mesmo bem. O problema, uma vez mais, foi a minha partida. Tenho de trabalhar nisso porque voltou a não ser aceitável.”
 
“O ponto positivo foi a boa consistência que apresentei na corrida e o facto de ter estado muito mais rápido do que esperava, tendo em conta o que aconteceu com os pneus ao longo do fim-de-semana. Foi bom rodar tão perto do Valentino na Yamaha de fábrica e gostei.”
 
Desta feita, foi uma luta a três pela última posição do pódio, com Álvaro Bautista, da GO&FUN Honda Gresini, a estar também envolvido.
 
“Foi uma luta dura, mas justa com o (Valentino) e o Álvaro,” continuou Crutchlow. “Na verdade, pensei que havia mais uma volta, mas como estava tão perto do Valentino na recta nem vi a minha placa. Gostava de ter ficado no pódio, mas o quarto lugar é o melhor resultado em várias corridas e espero continuar forte no próximo fim-de-semana no Japão.”
 
Este fim-de-semana em terras nipónicas Crutchlow vai tentar o quinto pódio da época, isto depois de ter ficado fora dos três primeiros desde o GP da Alemanha, em meados de Julho.

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™