Tarde difícil para a Yamaha Factory Racing

Domingo, 19 Maio 2013

A Yamaha Factory Racing teve uma tarde difícil em Le Mans, com Jorge Lorenzo a lutar para terminar em sétimo e Valentino Rossi a sofrer queda e a terminar em 12º.

 

O resultado foi o primeiro de Lorenzo fora do pódio desde Indianapolis em 2011 e o pior (sem contar com desistências) desde a campanha de estreia no MotoGP™ em 2008.
 
“No início da corrida a moto não estava como no warm up, mas não estava muito má e consegui acompanhar o Andrea (Dovizioso) e o Dani (Pedrosa),” explicou Lorenzo. “Estava a perder muito em algumas áreas da pista, mas a recuperar noutras.”
 
“Depois, ao cabo de três ou quatro voltas a moto ficou pior e os problemas estavam em todo lado; nas travagens, porque a meio da curva não confiava no pneu traseiro, e na aceleração, porque o pneu de trás estava a patinar muito e perdi quase meio segundo para os outros. As corridas são assim por vezes; no ano passado ganhei com 20 segundos de margem com uma moto muito boa e este ano foi o oposto. Não havia muito que pudesse fazer sem cair.”
 
Rossi tinha passado o companheiro de equipa nos momentos iniciais da prova, rodando em quarto, mas caiu em La Chapelle quando estava a ser pressionado pelo antigo companheiro de equipa na Ducati, Nicky Hayden.
 
“Infelizmente perdemos uma boa oportunidade de conseguir um bom resultado hoje,” começou o italiano. “Penso que tínhamos potencial para estar no pódio. Tinha bom ritmo e estava rápido e conseguia lutar com os outros. Nessa curva, não cheguei muito rápido e não senti qualquer erro, mas senti um ressalto e perdi a frente, pelo que é uma pena porque perdemos pontos e, em particular, a possibilidade de lutar por um pódio aqui.”
 
Enquanto Rossi falhou na tentativa de se tornar no quarto vencedor diferente em igual número de corridas, Lorenzo ficou a 17 pontos do líder do campeonato Dani Pedrosa.

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™