Dovizioso e Hayden tranquilos em relação a luta na chicane

Dovizioso and Hayden calm over chicane battle
Domingo, 30 Junho 2013

Andrea Dovizioso e Nicky Hayden concordaram que a manobra do italiano na última curva no Iveco TT Assen foi dura mas justa, com Dovi a conquistar no final a décima posição, mas a forçar o companheiro de equipa a alargar a trajectória com ele e verem Bradley Smith, da Monster Yamaha Tech 3, passar por eles.

 

O Campeão do Mundo de MotoGP™ de 2006 perdeu duas posições na última volta em Assen, com Smith a passar as duas Ducatis a caminho da linha de meta.
 
“Considerando as expectativas, a corrida não foi muito má,” começou Dovizioso. “Na última chicane passei o Nicky, foi no limite, mas não creio que tenho sido ‘sujo’. Aquela chicane é famosa por isso, mas infelizmente a nossa luta na travagem fez-nos perder velocidade à saída e o Smith passou-nos na aceleração. É uma pena, mas mostra apenas a nossa difícil situação. Digamos que hoje limitámos os danos de alguma forma.”
 
Hayden também partilhou o que pensa da manobra no final da corrida: “Na última volta não saí bem da Curva 15 e o Dovi veio por dentro e fez-nos aos dois alargar a linha. Foi uma situação de corrida e, de todas as formas, o verdadeiro problema é que fomos batidos por 33 segundos, o que mostra o quão atrás estamos.”
 
Ao cabo de sete corridas Dovizioso – na primeira época com a Ducati – ocupa o sexto posto no Campeonato de Pilotos, dois lugares e 15 pontos à frente de Hayden.

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™