Ducati reduz diferença no final do teste de Sepang

Sexta, 1 Março 2013

A Ducati Team reduziu a diferença para os da frente para pouco mais de 1,3s no último dia do teste de Sepang, com ambos os pilotos a darem continuidade ao trabalho em várias actualizações da moto.

 

O tempo do italiano, de 2m01,650s, foi estabelecido no último dia e permitiu a aproximação do mais rápido, Jorge Lorenzo, com um novo chassis a oferecer mais confiança na última parte da entrada em curva.  O americano Nicky Hayden ficou a pouco mais de um décimo de distância com o registo garantido no dia anterior.
 
Os três dias de trabalho foram levados a cabo com o objectivo de optimizar o equipamento disponível, incluindo novos componentes para o quadro e novas estratégias de electrónica para o motor. Ambos os pilotos tiveram a oportunidade de experimentar a moto com diferentes distribuições de peso e de centro de gravidade. Estas soluções, que já tinham sido ensaiadas pela formação de desenvolvimento em Jerez há duas semanas, foram aprovadas pelos dois pilotos.
 
Andrea Dovizioso
“Estou contente porque fizemos mesmo um bom trabalho. Começámos com a moto que tínhamos e o tempo por volta melhorou um pouco apenas com uma alteração de afinação. Experimentámos uma grande alteração com a afinação apenas para compreender o caminho a seguir, mas também melhorámos as sensações à travagem e na entrada em curva, o que me permitiu puxar mais. Hoje, sem condições perfeitas, fizemos um bom tempo por volta. O chassis estava um pouco diferente e deu-me melhores sensações na última parte da entrada em curva e quando se começa a libertar o travão – só um pouco, mas positivo.”
 
Nicky Hayden
“Ontem fui mais rápido, mas isso deve-se em parte a não ter tido boas sensações hoje devido a algumas coisas que experimentámos na moto. Mas de forma geral saio daqui mais optimista que depois do primeiro teste. Vimos algum progresso em termos de tempo e de consistência e senti-me melhor com a moto, consegui melhorar um pouco mais com o passar dos dias. Reduzimos um pouco a diferença e tive sensações muito melhores no molhado. Curvar ainda é o principal ponto a melhorar, mas apesar de já sabermos desde o início da época que ia ser difícil, temos de continuar concentrados e seguir o caminho.”

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™