Ducati Team termina 2012 com teste em Jerez

Sexta, 30 Novembro 2012

O teste de três dias da Ducati Team no final da temporada no circuito espanhol de Jerez não deixou de apresentar dificuldades, mas a equipa encarou-as de frente e chegará ao teste de inverno com mais informações, enquanto os engenheiros trabalham no desenvolvimento da Desmosedici 2013.

O sol e o frio marcaram os primeiros dois dias, permitindo a Nicky Hayden concluir o programa do teste na quarta-feira e aproveitar a quinta-feira para se concentrar nos tempos por volta, apesar de uma pequena queda lhe ter roubado algum tempo quando a pista se apresentava nas melhores condições. Na sexta-feira, a chuva e o vento tornaram o trabalho impossível, mas Nicky conseguiu ainda fazer uma breve comparação com os pneus duros e moles de chuva.

 Infelizmente, o novo piloto da Ducati Team Andrea Dovizioso apenas conseguiu completar três voltas no primeiro dia, antes de ser forçado a regressar às boxes devido a problemas musculares no pescoço, situação que o manteve afastado da pista para o resto do teste.

 A Ducati Team inicia agora uma paragem obrigatória de dois meses nos testes, no final da qual irá regressar à acção na Malásia, no Sepang International Circuit, onde se irá realizar o primeiro teste de 2013, entre 5 e 7 de Fevereiro. 

Nicky Hayden, Ducati Team

“As coisas não correram de forma tão calma como esperado, mas apesar de tudo o teste foi útil. No primeiro dia lutámos um bocadinho para conseguir ter velocidade, mas de qualquer forma ontem conseguimos melhorar. Conseguimos ter alguma evolução no chassis e no braço oscilante, assim como em relação a algumas novas afinações. Hoje, contudo, o tempo não foi simpático para nós. Saímos por três vezes hoje com a pista molhada, mas nunca conseguimos que o piso estivesse suficientemente seco para os ‘slicks’. Teria sido bom rodar no seco hoje porque queríamos confirmar algumas coisas novas e melhorar o nosso ritmo. Apesar de tudo, conseguimos fazer algumas coisas e temos muita informação para trabalhar. Obrigado a todos pelo trabalho deste ano. Agora estamos ansiosos por Fevereiro, em Sepang”.

Andrea Dovizioso, Ducati Team

“Foi uma pena o problema no meu pescoço. É uma coisa que já me tinha acontecido no Grande Prémio da Malásia, onde caí duas vezes, e na Austrália, onde tive uma queda, nessas duas vezes fiz fisioterapia e tomei anti-inflamatórios. Voltou a aparecer a semana passada, dois dias depois de uma queda com a minha mota de motocross, mas o mesmo tratamento resultou e sentia-me bem quando cheguei a Jerez para o teste. Infelizmente, voltou  a acontecer ao fim de algumas voltas e, desta vez, não consegui melhorar nem com fisioterapia, nem com anti-inflamatórios. Parece que o problema é maior do que pensámos inicialmente e tenho de fazer mais alguns exames médicos”

Vittoriano Guareschi, Director de Equipa

“Obviamente que teríamos preferido que as coisas acontecessem de maneira diferente. De qualquer forma, conseguimos retirar o máximo da situação e conseguimos reunir os dados possíveis nestas circunstâncias. Prosseguimos com o programa de testes que começámos em Valência, centrado no chassis e no braço oscilante que experimentámos na parte final da temporada. Infelizmente, o problema do Andrea no pescoço foi um revés, mas o Nicky conseguiu fazer bons tempos de volta, apesar dos pneus estarem no limite devido ao frio. Agora precisamos de trabalhar na fábrica durante o inverno para conseguir apresentar aos nossos pilotos um pacote competitivo no primeiro teste em Sepang, em Fevereiro”.

Comunicado de imprensa da Ducati Team

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™