Declaração de Hector Barberá sobre disputa doméstica

Segunda, 13 Maio 2013

Hector Barberá, da Avintia Blusens, chegou a acordo no tribunal após incidente com um parceiro que teve lugar em Jerez na noite da passada quinta-feira.

 

O espanhol, que foi o melhor piloto CRT da qualificação em casa com a Avintia, ficou, de acordo com a imprensa local, na área de Jerez, de onde a sua namorada é natural. Nas primeiras horas da manhã de sexta-feira o jovem de 26 anos foi detido após participação de incidente doméstico entre dois indivíduos.
 
De acordo com as fontes do tribunal, Barberá e a namorada não identificada, foram acusados na sexta-feira, com o primeiro a ser condenado a serviço comunitário, enquanto a última viu a pena suspensa por não ter penas anteriores.
 
Na segunda-feira Barberá divulgou o seguinte comunicado em resposta:
 
“No que toca á informação que surgiu na imprensa, gostaria de clarificar os eventos que tiveram lugar na noite de 9 de Maio (quinta-feira).
 
Não sinto orgulho pelo que aconteceu, pelo que apresento desde já o meu pedido de desculpas a todos e em especial à minha família, amigos e companheiros da minha equipa que me conhecem bem.
 
Neste processo, assumindo as minhas responsabilidades, sinto (e o tribunal concorda) que também fui afectado e atacado.
 
Após as queixas que foram apresentadas, segui o protocolo de acordo com este tipo de situações. Assim que ambas as partes apresentaram as suas declarações em tribunal foram visitadas por especialistas, que confirmaram as lesões por mim causadas, mas por respeito vou dar mais detalhes sobre o assunto. Em consequência, ambas as partes aceitaram a decisão do Tribunal de Jerez.
 
Tal como a pessoa que estava comigo, tentei esta solução não apenas para terminar o julgamento, mas também devido ao tratamento injusto de que fui alvo em termos sociais e pela imprensa, pelo muitas das acusações injustas afectaram seriamente a verdade; levaram a avaliações injustas sobre a minha pessoa tendo por base meros rumores.
 
Tenho duas irmãs, cresci com eles como único rapaz e estivemos sempre juntos; nunca me ocorreria magoar uma mulher, ou qualquer outra pessoa. Sou totalmente conta o abuso de mulheres e de homens. Considero isto um tema muito sensível e há muitas mulheres que são, de facto, vítimas disto, pelo que acredito que este caso em particular está a tirar partido das leis para as proteger.
 
A partir deste momento considero o assunto resolvido e tenho a firme intenção de continuar a minha carreira desportiva da forma usual, deixando qualquer eventual esclarecimento futuro a cargo do meu departamento legal.”

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™