Tempos caem com Pedrosa a sair de Sepang em alta

Lap times drop as Pedrosa leaves Sepang on a high
Quinta, 7 Fevereiro 2013

Dani Pedrosa, da Repsol Honda Team, ruma para duas semanas de interregno como o homem a bater após ter terminado o último dia de testes de Sepang no topo. Todos os pilotos do pelotão voltaram a baixar os tempos.

 

O companheiro de equipa de Pedrosa, Marc Márquez, pregou um susto a todos durante a manhã ao sofrer queda na última curva e a boa velocidade, mas saiu ileso do contratempo e deu continuidade ao trabalho na segunda volta. A volta recorde de Pedrosa em 2m00,100s não foi batida durante todo o dia, com Jorge Lorenzo, da Yamaha Factory Racing, a terminar a pouco mais de três décimos de distância depois de se ter concentrado numa simulação de corrida no final do dia.
 
O seu companheiro de equipa Valentino Rossi também mostrou que pode rodar abaixo da marca de 2m01s. O italiano deixou para pouco antes do almoço a apresentação da sua melhor marca, o que lhe valeu terminar o dia em terceiro, atrás do espanhol. Márquez, apesar de ter voltado a ser mais rápido hoje, não logrou terminar entre os três primeiros, mesmo depois de uma longa tirada levada a cabo ao final do dia. Ainda assim, o estreante não ficou muito longe ao concluir em quarto depois de ter sido desafiado por um impressionante Cal Crutchlow, o último piloto a rodar abaixo dos 2m01s com a Monster Yamaha Tech 3 de 2012.
 
Stefan Bradl, da LCR Honda MotoGP, falhou esse feito por muito pouco ao parar o cronómetro em 2m01,003s, mas o germânico mostrou-se em boa forma ao voltar a melhorar a sua marca com a RC213V. Álvaro Bautista (Go & Fun Honda Gresini) melhorou face a ontem, sentido-se mais à vontade com a geometria da moto e a suspensão Showa, com o estreante da Tech 3 Bradley Smith a continuar a apresentar uma curva de aprendizagem progressiva ao terminar em oitavo. Smith também fez uma simulação de corrida no início do dia, antes de estabelecer o seu tempo.
 
A Ducati Team deverá estar contente com os progressos depois de Nicky Hayden ter retirado mais de um segundo ao seu tempo ao longo dos três dias. Ele terminou em nono, com o companheiro de equipa Andrea Dovizioso a menos de um centésimo de distância. O piloto de testes da Yamaha Katsuyuki Nakasuga foi o primeiro a ficar fora dos dez primeiros, à frente de Aleix Espargaró (Power Electronics Aspar), que apresentou tremenda prestação para colocar a sua CRT em 12º e a apenas 2,5s do topo. Ele levou a melhor sobre o estreante italiano da Pramac Team, Andrea Iannone, que foi 13º e não contou com a ajuda do companheiro de equipa Ben Spies. O texano decidiu não rodar para deixar o ombro recuperar antes do segundo teste de Sepang. Ele terminou em 15º da geral.
 
O piloto de testes da HRC Kosuke Akiyoshi ficou à frente de Michael Laverty (Paul Bird Motorsport), que melhorou em quase três segundos aos longo dos três dias de estreia no MotoGP™. Ele bateu Randy de Puniet (Aspar), que terminou à frente do piloto da Yamaha, Wataru Yoshikawa, Héctor Barberá (Avintia Blusens) e do piloto de testes da HRC Takumi Takahashi. Danilo Petrucci, da Came IodaRacing Project, terminou o dia em 20º, à frente de Karel Abraham (Cardion AB Motoracing), Hiroshi Aoyama (Avintia), Claudio Corti (NGM Mobile Forward Racing) e Lukas Pesek (Ioda). A fechar a tabela de tempos ficaram Yonny Hérnandez (PBM), que continuou a tentar resolver os problemas de vibrações, assim como Colin Edwards (NGM) e Bryan Staring (Gresini).
TAGS 2013 Sepang Circuit

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
MotoGP VIP VILLAGE™