Bridgestone: "Lorenzo não teve problemas de pneus"

Terça, 21 Maio 2013

O fornecedor de pneu do MotoGP™, a Bridgestone, confirmou que Jorge Lorenzo não teve problemas com o pneu traseiro no Grande Prémio de França de domingo. O Campeão do Mundo, que se debateu com falta de aderência traseira, perdeu posições ao longo da prova para acabar por terminar em sétimo.

Vindo do segundo posto da grelha, o piloto da Yamaha Factory Racing manteve a mesma posição nos momentos iniciais, mas depressa começou a perder ritmo. O resultado acabou por ser o seu pior – sem contar com desistências – desde a época de estreia na categoria rainha em 2008.
 
Pouco depois da corrida terminar em Le Mans começaram a circular comentários no paddock sobre um eventual pneu traseiro defeituoso montado na moto de Lorenzo.
 
“Foi claro durante a corrida que o Jorge teve um problema, já que não conseguia manter o mesmo ritmo do grupo da frente,” diz Shinji Aoki, Director do Departamento de Desenvolvimento de Pneus de Competição da Bridgestone.
 
“Imediatamente depois da prova tivemos uma reunião com o engenheiro de pneus em que ele explicou a falta de aderência traseira. Como acontece sempre neste tipo de situações, o engenheiro do Jorge examinou os pneus de corrida e comprovou-se que estavam em boas condições de funcionamento. Além disso, eu próprio examinei o pneu e discuti o assunto pessoalmente com os engenheiros da Yamaha e chegámos todos a acordo que a falta de aderência traseira do Jorge não se deveu aos pneus.”
 
Aoki sublinhou que o problema não se deveu a falha do pneu, mas antes a uma questão de afinação.
 
“Recebemos muitos comentários diferentes dos pilotos após a corrida no que toca às sensações em pista, mesmo com todos eles a usarem a mesma especificação de pneus de chuva e a serem alvo das mesmas condições,” continua. “Nestas situações de baixa aderência, a afinação da máquina é crucial, já que a mais pequena alteração do acerto pode ter grande efeito na prestação.”
 
“De todas as formas, foi uma pena para o Jorge porque ele estava muito forte no warm-up matinal e todos esperávamos um resultado melhor da parte dele, mas é uma competição e sei que ele vai voltar a estar ao seu mais alto nível na próxima corrida.”
 
Desde Indianapolis em 2011 que Lorenzo não terminava uma corrida fora do pódio. Ele está agora em terceiro da geral a 17 pontos de Dani Pedrosa, da Repsol Honda Team.

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™