Lorenzo mais rápido na segunda manhã de Sepang

Lorenzo goes fastest on second Sepang morning
Quarta, 27 Fevereiro 2013

O Campeão do Mundo de MotoGP™ Jorge Lorenzo marcou o ritmo na manhã de quarta-feira na Malásia. Batendo o recente domínio de Dani Pedrosa no topo das tabelas de tempos, o piloto da Yamaha Factory Racing terminou à frente do compatriota da Repsol Honda Team enquanto Cal Crutchlow, da Monster Yamaha Tech 3, completou a lista dos três primeiros a meio do dia.

 

A melhor volta de Lorenzo surgiu à 32ª das 39 voltas com um tempo de 2m00,282s, levando a melhor sobre Pedrosa por pouco mais de 3,5 segundos. Atrás de Crutchlow os cinco primeiros foram compostos por Marc Márquez (Repsol Honda Team) e Valentino Rossi (Yamaha Factory Racing). Uma vez mais os homens da frente voltaram a não efectuar tiradas longas, pelo que isso continua a ser o objectivo até ao final do dia.
 
Não só os dois primeiros apresentam tempos muito próximos, com Crutchlow a demonstrar também ritmo promissor com a moto satélite, mas Márquez está a menos de um décimo de distância, com Rossi semelhante atraso para o espanhol.
 
As condições da pista estavam melhores que há 24 horas, quando as anteriores fortes chuvas deixaram o piso gorduroso. No que toca a quedas, felizmente foram poucas: Bem Spies – ainda a recuperar de lesão no ombro – foi um dos azarados quando a moto da Ignite Pramac Racing Team foi ao chão na primeira curva. O americano conseguiu deixar o local do incidente pelo próprio pé.
 
Álvaro Bautista voltou a apresentar sólida prestação para GO&FUN Honda Gresini ao terminar a manhã em sexto, à frente de Stefan Bral (LCR Honda MotoGP) e da dupla da Ducati Team, com Andrea Dovizioso outra vez à frente de Nicky Hayden. Na 12ª posição, o piloto de testes Michele Pirro rodou com novo chassis, tal como Bradley Smith, (Monster Yamaha Tech 3), e Andrea Iannone (Energy T.I. Pramac Racing Team), ambos a terminarem mesmo á frente de Pirro em 10º e 11º, respectivamente.
 
Os pilotos de testes da Yamaha, Katsuyuki Nakasuga e Wataru Yoshikawa, foram 13º e 15º, com o melhor CRT, Aleix Espargaró (Power Electronics Aspar) a terminar no meio de ambos. O seu companheiro de equipa Randy de Puniet foi 16º, com a dupla da Avintia Blusens, Héctor Barberá e Hiroshi Aoyama, em 18º e 19º. Colin Edwards continuou a refinar a FTR Kawasaki da NGM Mobile Forward Racing, terminando em 20º e com o companheiro de equipa Claudio Corti em 22º, o que deixou Danilo Petrucci (Came IodaRacing Project) entre os dois.
 
Com programa diferente dos seus companheiros de equipa, o piloto de testes da HRC, Takumi Takahashi, superou apenas cinco CRTs, a primeira a ser a de Yonny Hernández (Paul Bird Motorsport). O seu companheiro de equipa Michael Laverty, voltou a ficar algo frustrado já que a moto feita pela a equipa continuou a ser montada. O irlandês acabou por ainda conseguir fazer três voltas no que é um absoluto shakedown da moto. Karel Abraham (Cardion AB Motoracing), Bryan Staring (GO&FUN Honda Gresini ) e Lukáš Pešek (Came IodaRacing Project) foram os nomes a fecharem a tabela de tempos.

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™