Lüthi deverá "recuperar totalmente", mas há data de regresso

Moto2™ oferecido por
Sábado, 16 Fevereiro 2013

Após o acidente de Tom Lüthi, da Interwetten-Paddock, na passada quinta-feira e da operação da manhã de ontem a equipa divulgou o seguinte comunicado de imprensa sobre o estado de saúde do piloto.

 

Após o choque inicial com o forte acidente de Tom Lüthi na passada tarde de quinta-feira em Valência, o dia seguinte trouxe o alívio aos elementos do Team Interwetten Paddock: A estrela de 26 anos da Moto2 foi operado com sucesso e os cirurgiões suíços esperam que recupere totalmente das fracturas múltiplas.
 
Por volta das 16 horas (locais) do terceiro e último dia do teste oficial de Moto2 no circuito Ricardo Tormo, Lüthi viu-se, por azar, envolvido em acidente com o tailandês Ratthapark Wilairot, que perdeu a frente à entrada para a Curva 2 da pista. O facto de Lüthi e da sua Suter terem sido atingidos com tanta força e de forma tão inesperada pela máquina de Wilairot, contribuiu para a gravidade das lesões de Lüthi.
 
No hospital valenciano 9 de Outubro foram confirmas as suspeitas de complicadas fracturas múltiplas no braço direito, cotovelo e ombro. Uma vez que Lüthi estava apto para viajar, o serviço suíço de repatriamento de emergência, “Rega”, enviou um avião no qual Lüthi embarcou pouco depois das 22 horas dessa mesma noite. Depois de aterrar no aeroporto de Zurique o piloto foi levado de ambulância para o hotel de Münsingen, onde a equipa do Dr. Marc Metzler, o cirurgião de Lüthi há vários anos, deu início à operação apenas uma hora depois da chegada do motociclista, às 5h00, da manhã seguinte. Enquanto a lesão no ombro não requereu cirurgia, as suas fracturas múltiplas no cotovelo e braço esquerdos foram aparafusados e reforçados com placas num longo procedimento de cinco horas. “A operação foi um sucesso. O Tom pode recuperar totalmente sem qualquer restrição de mobilidade,” foi a boa notícia dada pelos médicos após a intervenção.
 
Por esclarecer fica apenas quando Tom Lüthi poderá voltar ao ataque e a lutar pela vitória na categoria de Moto2. Não há planos para um regresso antecipado durante o resto da pré-época e a sua participação na primeira ronda, no Qatar, a 7 de Abril também está em risco. Apesar de ainda ser cedo para especular quando será o seu regresso, não há dúvidas que os médicos, fisioterapeutas e o próprio Lüthi vão fazer tudo para uma recuperação rápida.
 
“Este acidente foi um grande, grande azar,” disse o patrão da equipa Daniel M. Epp. “Mas o primeiro relatório dos médicos após a operação tirou um grande peso dos nossos ombros porque, tudo indica, que o Tom vai recuperar totalmente das lesões. De momento é isso que interessa!”

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Fotos:

Abrir mais notícias

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™