Espargaró mai rápido no teste pós-corrida de Mugello

Moto2™ oferecido por
Moto2 Mugello testing Monday
Segunda, 3 Junho 2013

Pol Espargaró liderou o pelotão da Moto2™ no teste pós-corrida desta segunda-feira em Mugello. O piloto da Tuenti HP 40 e o companheiro de equipa Esteve Rabat terminaram o dia separados por Takaaki Nakagami (Italtrans Racing Team), com o trabalho a ser interrompido por vários momentos de chuva.

O teste teve lugar entre as 09h00 e as 18h10 locais, permitindo às equipas melhorar pontos fracos do fim-de-semana, bem como avaliar novos componentes antes da próxima jornada do Campeonato em Barcelona. Espargaró testou várias afinações de suspensão para terminar com uma marca de 1m52,717s, pouco menos de um décimo que a marca de Nakagami, que esperava resolver os problemas de embraiagem que o levaram a cair no Grande Prémio de Itália de domingo.

Jordi Torres foi quarto, atrás de Rabat, mas devido às condições climatéricas não conseguiu avaliar todas as melhorias que a Suter facultou. A chuva inicial era esperada a partir das 10h30, o que levou a muita actividade em pista mal esta abriu, enquanto a forte chuvada do meio-dia parecia ter colocado ponto final antecipado no tão necessário período de piso seco. Contudo, nas duas últimas horas o sol voltou a brilhar e os pilotos conseguiram voltar a rodar.
 
A Came IodaRacing Project rodou com duas carenagens diferentes, com Johann Zarco a completar a lista dos cinco primeiros, à frente de Axel Pons (Tuenti), enquanto Xavier Simeon (Desguaces La Torre Maptaq) se centrou nos garfos frontais e terminou em sétimo. Na Technomag carXpert, Dominique Aegerter e Randy Krummenacher, concentraram-se na afinação do chassis, enquanto Julian Simon (Italtrans) foi oitavo e o companheiro de equipa de Torres na Mapfre Aspar Team Moto2, Nico Terol, foi décimo.
 
O líder do Campeonato e vencedor da corrida de domingo, Scott Redding, não procurou voltas rápidas e terminou o dia com a nona marca; ele e a Marc VDS Racing Team tinham planeado testar várias peças novas, incluindo novo braço oscilante, mas acabaram por testar apenas um dos três novos pneus frontais trazidos pela Dunlop. Inicialmente o fabricante  de pneus colocou ao dispor de equipas e pilotos sete novos tipos de pneus traseiros, se bem que a Interwetten Paddock Moto2 Racing e Tom Luthi optaram por não rodar de todo.
 
O antigo piloto de MotoGP Loris Capirossi rodou com as motos da QMMF Racing Team e da Gresini; a equipa de Anthony West rodou com um novo e mais curto chassis, enquanto a formação italiana avaliou afinações e deu uma oportunidade de rodar ao seu piloto de Moto3, Lorenzo Baldassarri. Para a Idemitsu Honda Team Asia e Yuki Takahashi a ordem do dia foi o trabalho na afinação e geometria.
 
Simone Corsi fez breve ensaio com a máquina da Tech 3, confirmando as respostas dadas pelos estreantes Danny Kent e Louis Rossi, sugerindo ainda que o chassis devia ser elevado para facilitar as mudanças de direcção a velocidade elevada. Quando voltou aos comandos da sua NGM Mobile Racing Corsi sofreu queda, mas saiu ileso. O companheiro de equipa Ricky Cardus testou a mais recente versão do chassis Speed Up que já tinha sido usado por Alex de Angelis na corrida de domingo.
 
A acção continua em Mugello com o teste de um dia da Moto3™ na terça-feira entre as 09h00 e as 18 horas locais.
 
Resultados completos do teste de Moto2™ de Mugello.
TAGS Italy

Vídeos:

Ver todos os vídeos deste evento

Últimas notícias

  • MotoGP™
  • Moto2™
  • Moto3™
Publicidade
Paddock Girls MotoGP VIP VILLAGE™